Imprimir

Professores da EE Alceu Amoroso Lima rejeitam Dia D de Avaliação

Escrito por Caroline Santos Ligado . Publicado em Avaliação de desempenho

 

Nas plenárias realizadas pelo SINTESE tanto em Aracaju como no interior do Estado, os professores puderam conhecer qual é a proposta da Secretaria de Estado da Educação - SEED em realizar o Dia D de Avaliação.

Apesar de ter sido adiado, os pressupostos que norteiam o evento ainda estão válidos, fato denunciado no ato público realizado pelos professores no último dia 07 de maio em frente a SEED.

Na plenária realizada na Escola Estadual Alceu Amoroso Lima, localizada no Conjunto Santa Teresa em Aracaju, os docentes elaboraram um documento (que foi entregue a direção da escolar) expondo os motivos da não participação dos professores daquela unidade de ensino no evento Dia D da Avaliação.

Para os professores os documentos que norteiam a realização do Dia D têm “natureza autoritária” e vão de encontro ao determinado na Constituição Federal, na Lei de Diretrizes e Bases e também ao Estatuto do Magistério da rede estadual.

A partir do debate os docentes também puderam perceber que os documentos apresentam que “são avaliados apenas professores e direção escolar que ao final desse processo serão assediados moralmente, com exposição pública de suas notas”.

Eles também compreendem que o processo de avaliação deve ser construído de forma coletiva e com a participação de todos que fazem parte da comunidade escolar. E tenha como objetivos não a punição e o assédio moral, mas sim como um instrumento de aperfeiçoamento de todas as instâncias do Sistema Estadual de Educação. E que sirva de parâmetro para análise e diagnóstico do grau de aproximação ou afastamento das políticas educacionais a partir do Plano Estadual de Educação.

 Veja o documento feito pelos professores clicando AQUI