Imprimir

Professores sergipanos participam Fórum Mundial de Educação no Rio Grande do Sul

Escrito por Caroline Santos Ligado . Publicado em A escola democrática e popular

Os professores Danilo Moura e Janaína Batista participaram no final Trouxe na mala, mais que objetos. Trouxe experiências para além da sala de aula! Trouxe na mala, mais que objetos. Trouxe experiências para além da sala de aula! do mês de janeiro do Fórum Mundial de Educação na cidade de Canoas no Rio de Grande do Sul. O evento faz parte da programação do Fórum Social Mundial. Eles foram acompanhados do professor Paulo César Lira Fernandes, diretor do departamento de Formação Sindical.

Os dois educadores foram sorteados na primeira edição do Fórum Sergipano de Práticas Pedagógicas realizado pelo SINTESE no mês de agosto de 2013 e o prêmio seria a participação de um evento educacional de caráter internacional. O professor Danilo Moura apresentou o projeto “Formiguinha: o poder do trabalho individual” e a educadora Janaína Batista mostrou sua experiência com o projeto “A prática da reescrita textual”.

Para os professores sorteados o fórum realizado pelo SINTESE em 2013 possibilitou a troca de experiências entre os professores de todo o estado e mostrou que há muitas coisas sendo realizadas  nas escolas públicas e que é preciso valorizar as diversas iniciativas dos professores.

Sobre a participação no evento no estado gaúcho, Danilo disse que a formação continuada é um dos passos primordiais na busca da melhoria da educação no Brasil e que ficou honrado em viver momentos como esses. “Trouxe na mala, mais que objetos. Trouxe experiências para além da sala de aula! Muito feliz em poder representar nosso estado num fórum de tamanha amplitude. Finalizo, agradecendo ao sindicato por possibilitar tamanha experiência”, finalizou.

A escolha do Fórum Mundial de Educação se deu pelo evento apresentar uma perspectiva de uma cidadania planetária e pelo direito universal à educação. Constituindo-se em um espaço de constante diálogo entre todas e todos os que, no mundo globalizado, levam adiante projetos de educação popular e de enfrentamento ao neoliberalismo, seja em esferas públicas, governamentais ou não, coletivas ou de pesquisa.

De acordo com a diretora do Departamento de Assuntos Educacionais do SINTESE, Leila Moraes, o evento realizado no Rio Grande do Sul coaduna-se com o objetivo do I Fórum Sergipano de Práticas Pedagógicas do SINTESE que teve como finalidade a reflexão e a troca de experiências entre professores e professoras a partir da socialização de diferentes práticas pedagógicas.

O fórum constitui-se em um importante espaço coletivo e democrático de debates, produção, reflexão e engajamento na construção de um novo modelo de educação não só para Sergipe, mas para todo o Brasil.