Educadores de Campo do Brito em greve por tempo indeterminado

Escrito por Caroline Santos Ligado . Publicado em Redes Municipais

Desde a última quinta-feira, 15, que os professores da rede municipal de Campo do Brito estão em greve por tempo indeterminado.

O motivo, como tem sido comum em vários municípios, é a falta de negociação para a implantação do Piso Salarial e com um agravante, o atraso no pagamento dos salários.

No primeiro dia de movimento grevista os professores realizaram uma vigília em frente ao prédio da prefeitura a espera que o prefeito marcasse uma audiência, já que a última que estava agendada (dia 30 de março) foi desmarcada pelo prefeito de forma intempestiva. Somente após pressão dos professores que o prefeito marcou audiência para a próxima terça-feira, 20 de abril.

Histórico
Há meses que os professores de Campo do Brito têm uma forma peculiar de receber os seus vencimentos. A prefeitura tem feito o pagamento por ordem alfabética, em um mês paga aqueles com iniciais de A a M e no outro de Z a M.

Além do atraso dos salários, a prefeitura só pagou as férias agora no mês de abril (deveriam ser pagar em janeiro). “A prefeitura de Campo do Brito é um desastre na administração dos recursos da Educação e por causa dessa inabilidade não só os professores, mas as famílias e até o comércio local sofre com isso”, disse a professora Nadja Milena, da coordenação da sub-sede Agreste do SINTESE.