CNTE manifesta solidariedade a professora Ana Lúcia

Escrito por sintese Ligado . Publicado em Redes Municipais

O presidente do Conselho Nacional de Educação (CNTE) , Roberto Franklin de Leão, manifestou nesta quinta-feira, 08, solidariedade a professora e deputada estadual Ana Lúcia Menezes (PT) diante das ameaças e agressões que a mesma sofreu do prefeito de Capela, Monuel Messias Sukita dos Santos (PSB).


Em e-mail, o presidente do CNTE declara “toda a solidariedade à companheira Ana Lúcia, que com certeza, não deixará intimidar pelas ameaças recebidas, que merecem da CNTE o mais absoluto repúdio. Parabéns aos trabalhadores em Educação de Sergipe pela luta”. Roberto Leão também parabeniza na nota o professor e deputado federal Iran Barbosa (PT) pelo pronunciamento feito na Câmara Federal sobre os municípios que não pagaram o piso salarial nacional do magistério.


As agressões verbais feitas aos professores por parte do prefeito de Capela ganharam repercussões em toda a imprensa local. Com o título Para Não Pagar Piso, Prefeito de Capela Ataca Professores, o Jornal do Dia reproduziu nas suas páginas ofensas pessoais ditas por Sukita referindo-se a dirigentes do SINTESE e aos deputados que apóiam a luta do magistério.


A imprensa também divulgou fotos de escolas de Capela que estão abandonadas pela atual gestão municipal. Os professores de Capela denunciam a falta de investimentos da prefeitura com a educação pública, as péssimas condições de trabalho e a falta de interesse da prefeitura em implementar a lei do Piso Salarial dos Professores que foi assinada pelo presidente Lula, com o objetivo de valorizar os educadores de todo Brasil.

Em protesto a falta de prioridade do prefeito com a educação, os professores entraram em greve no dia 05 de outubro e realizaram manifestações na segunda. Ontem, 07 de outubro, os docentes fizeram uma sopão em ato simbólico ao apoio da população à luta da categoria realizaram uma exposição de fotos das escolas abandonadas pelo prefeito.

Hoje à tarde, os professores, dirigentes do SINTESE e os deputados Iran Barbosa e Ana Lúcia estarão em audiência com o Ministério Público Estadual para exigir providências e intermediar a negociação do piso nacional do magistério no município.