Inscrições para oficinas do SINTESE Cultural estão abertas

Escrito por Luana Capistrano Ligado . Publicado em Cultural

A partir da próxima terça-feira, dia 4, as atividades do SINTESE Cultural recomeçam. Este As inscrições para as oficinas do SINTESE Cultural já podem ser feitasano as oficinas de dança folclórica, canto coral, dança de salão e Teatro do Oprimido continuam a ser oferecidas. Os professores da ativa e aposentados interessados em participar das oficinas podem fazer suas inscrições, de forma gratuita, na sede do SINTESE Cultural, localizada na Av. Hermes Fontes, nº 176; na sede Central do SINTESE, localizada a Rua Campos, nº 107 ou através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O projeto SINTESE Cultural é desenvolvido pelo sindicato desde 2009 e busca proporcionar aos professores filiados um momento coletivo de vivências. Além disso, o projeto visa fortalecer a autoestima, o estímulo à pesquisa e o respeito às tradições e manifestações artístico-culturais.

Oficinas do SINTESE Cultural

OFICINA DE DANÇA FOLCLÓRICA - O curso tem o objetivo de promover, discutir e praticar as danças mais importantes do folclore sergipano. O grupo de dança folclórica do SINTESE foi formado a partir da oficina e já realizou diversas apresentações em eventos culturais de todo o estado.

Terça-feira | 14h-17h
Professor: Milton Leite

CANTO CORAL - Em dezembro de 2005, com o objetivo de trazer à luta e tirar do isolamento os professores aposentados, o Coral do SINTESE se tornou realidade. Hoje, com uma programação de várias apresentações pelo estado, o Coral é um espaço de libertação dos trabalhadores através da música e da interação social. 

Quarta-feira | 15h-17h 

Professor: Zeq´Oliver

OFICINA DE DANÇA DE SALÃO - O grupo foi formado a partir da oficina e já realizou diversas apresentações em eventos culturais de todo o estado.

Quinta-feira| 14-17h
Professor: Milton Leite 

OFICINA DE TEATRO DO OPRIMIDO- O Projeto “Palco na Luta” realiza oficinas continuadas de Teatro do Oprimido com professores da Rede Pública interessados em aproximar a comunidade da escola através do teatro. A proposta é criar um espaço de diálogo teatral entre os moradores, alunos e professores sobre problemas vivenciados no cotidiano da comunidade local e/ou nas escolas, como violência doméstica, gravidez precoce ou discriminação social. 

Sábados | horário a combinar
Professores: Aldo Rezende e Helen Melo