Imprimir

Retrospectiva: direitos perdidos e ameaçados em 2016

Escrito por Brasil de Fato Ligado . Publicado em Brasil

Confira a lista do Brasil de Fato sobre os principais retrocessos enfrentados pela classe trabalhadora em 2016

O ano que se encerrou foi marcado por alterações intensas no país. A mais visível foi a substituição de Dilma Rousseff (PT) por Michel Temer (PMDB) no comando do Executivo federal. A chegada do peemedebista à Presidência da República sem o crivo eleitoral, após um curto período, revelou uma agenda contrária ao desejo popular manifestado nas eleições de 2014.

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55, recentemente aprovada, resume as intenções do novo governo: um corte drástico nos investimentos públicos, reduzindo o papel do Estado brasileiro, ameaçando garantias e direitos conquistados e, nesse sentido, penalizando os mais pobres e comprometendo o futuro do país e seu desenvolvimento.

Paralelamente, uma série de outras medidas específicas confirmam essa reorientação na política brasileira, sejam de caráter econômico ou social. Direitos previdenciários, estímulo ao desenvolvimento nacional, demarcação de terras indígenas são algumas das áreas afetadas.

Além de projetos já aprovados ou em curso de se consolidar, o governo vem também aventando outras iniciativas, demonstrando que deve manter o mesmo ritmo em 2017.

Retrospectiva: direitos perdidos e ameaçados em 2016

https://www.brasildefato.com.br/2016/12/20/retrospectiva-direitos-perdidos-e-ameacados-em-2016/