Mostra de Filmes Krzysztof Kieslowski

Escrito por sintese Ligado . Publicado em Cultural

O objetivo do Sesc é discutir as múltiplas vertentes da linguagem de cinema do diretor em foco

 

Legenda

O Sesc realiza de 22 a 31 de agosto a Mostra de Filmes Krzysztof Kieslowski, considerado um dos principais cineastas polonês, cuja obra é dividida em duas fases: a polonesa com destaque para a filmografia centrada no regime militar do governo da Republica Popular Polonesa, e a francesa que deu mais prestigio e visibilidade de crítica e público ao cineasta criador da Trilogia das Cores: A Liberdade é Azul (1993), A Igualdade é Branca e a Fraternidade é Vermelha (1994).

O objetivo do Sesc é discutir as múltiplas vertentes da linguagem de cinema do diretor em foco, através da otimização dos espaços de exibição nas Unidades do Sesc e demais centros culturais da cidade a exemplo do Núcleo de Produção Digital Orlando Vieira e Centro de Criatividade.

Segundo Wolney Nascimento, técnico em Cinema, a instituição por meio do acervo CineSesc possui 18 filmes do diretor, licenciados para exibição pública e gratuita. “Na mostra iremos exibir: Cicatriz, Sem Fim, Cinemaníaco, Acaso, A Dubla Vida de Véronique, A Liberdade é Azul, A Igualdade é Branca e A Fraternidade é Vermelha”, disse Nascimento.

Na abertura da mostra que acontece dia 22 de agosto, às 19h, no auditório do Sesc Centro, será exibido O Decálogo – um conjunto de filmes inspirados pelos dez mandamentos; em seguida o crítico de cinema, Ivan Valença, fará comentários sobre a obra, vencedora do Prêmio da Crítica Internacional no Festival de Cinema de Veneza.

Kieslowski nasceu em 27 de junho de 1941, em Varsóvia, capital da Polônia. É considerado como um dos principais cineastas que refletiu e influenciou realizadores de seu tempo. Iniciou seus estudos cinematográficos na escola de cinema Lodz, onde vários diretores importantes estudaram como Roman Polansky e Andrzej Wajda.

Krzysztof Kieslowski morreu em março de 1996, aos 54 anos, após a realização da trilogia das cores, considerada sua obra monumental.

Sobre Kieslowski por Suyene Correia (jornalista e cinéfila)

Melhor do que falar de Kieslowski é conhecê-lo através de suas obras (quase todas primas). Como não se sensibilizar com a Trilogia das Cores ou com um dos dez mandamentos de O Decálogo? O Cineasta do silencio, o minimalista sabia como ninguém dialogar com o espectador, por meio de sua poesia imagética.

Ivan Valença (crítico e cinéfilo)

O nome é complicado, mas para os cinéfilos é familiar. Kieslowski foi um dos nomes mais importantes da historia do cinema moderno. É o bastante lembrar-se dos filmes conhecidos com a trilogia das cores e até o sensível Decálogo feito para a televisão. A Mostra Sesc vai resgatar o trabalho deste cineasta notável.

A mostra de Filmes Krzysztof Kieslowski conta com o apoio da Fundação Aperipê, Secretaria de Estado da Cultura, Cine Mais UFS, Casa Curta-Se, Kipá, Programa Olhar Brasil, Pontão de Cultura Digital e Infonet.