Filme Abraço vence prêmio de melhor filme pelo júri popular no Festival de Cinema de Pernambuco

Escrito por Super User Ligado . Publicado em SINTESE Cultural

A 23ª edição do Cine PE chegou ao fim na noite deste domingo (4), no Cinema São Luiz, e trouxe um resultado histórico abraço nas redes premiopedpara a arte sergipana. O Filme “Abraço”, produzido pelo SINTESE, foi aclamado como o melhor longa-metragem, para o Júri Popular.

A eleição se deu por meio de votação do público do festival, que aclamou a produção cinematográfica dirigida por DF Fiuza. A obra levou ainda os prêmios de melhor atriz para Giuliana Maria, melhor trilha sonora para Andre Abujamra e Eron Guarnieri, além de menção honrosa para as atrizes Isabel Santos e Rita Maia.

O filme, que é a segunda produção cinematográfica do SINTESE, nos traz de volta a luta dos professores e professores de Sergipe que em 2008 se mobilizaram em defesa da “Progressão Vertical”. A primeira foi premiada obra Carregadoras de Sonhos que em 2009 trouxe a luta cotidiana de quatro professoras.

Nossa luta é coisa de cinema

A carreira cinematográfica de “Abraço” não para por aí. O longa também foi selecionado para o 6º Festival de Cinema de Caruaru que acontece de 25 a 31 de agosto, e está entre os pré-selecionados pela curadoria do 76º Festival Internacional de Cinema de Veneza entre as produções brasileiras que serão exibidas no entre os dias 28 de agosto e 07 de setembro. Há também em andamento um projeto para levar a produção ao circuito nacional de cinemas pelo Brasil.

"Abraço nos traz como tema o fazer, a ação, a militância,  a crença que na luta se constrói uma sociedade justa. Ter a União de trabalhadores e trabalhadoras como foco desse projeto coletivo e de resistência nos inspira a cada dia revitalizar forças para enfrentar as agruras impostas por um governo algoz que nos trata como inimigos." Leila Moraes diretora de comunicação do SINTESE.

"A premiação do filme ABRAÇO como melhor Filme do festival de Pernambuco pelo Júri Popular reforça e dignifica o propósito pelo o qual ele foi pensado desde o início,  desde as primeiras conversas com Fiuza: Construir uma obra de Arte que mostre a Força, a Organização, a Unidade e a Resistência dos professores e professoras de Sergipe e que em tempos de retirada de direitos e que a democracia está em crise  se transforme num instrumento da Classe Trabalhadora. Já está sendo.

Vencemos ainda na Trilha Sonora. E, não poderia ser diferente, ela é espetacular. " Vem vamos embora que esperar não é saber, quem saber faz a hora não espera acontecer."

Fazendo Luta. Construindo a Resistência com Força, FÉ,  Coragem, Arte e Poesia. SIGAMOS." Ivonete Cruz, presidenta do SINTESE.

 

Um prêmio para a luta real de professores e professoras

Para o diretor do filme, DF Fiuza,  “num momento onde os nossos direitos estão sendo tão ameaçados, o Festival de Pernambuco acerta em escolher entre mais de 800 filmes, obras engajadas politicamente e que tratam de temas essenciais para nosso país. Tanto o Filme “Espero Tua (Re)Volta” (documentário vencedor como longa-metragem pelo júri oficial ), quanto o Filme “Abraço” tratam de movimentos de professores e estudantes que viram na mobilização popular a única saída para defenderem a educação pública”. Fiuza lembra ainda a importância do prêmio ter sido escolhido pelo júri popular, uma vez que a obra foi concebida em sua essência para dialogar com o povo. “As professoras e professores que vivem essa luta diária e real para exercer a profissão são os grandes merecedores desse prêmio”.