Nota de Esclarecimento

59

Diante da posse do senhor José Carvalho de Menezes, conhecido como Juquinha e membro do PT, no cargo de secretário municipal de educação de Lagarto, o SINTESE esclarece que é um sindicato autônomo, mantém uma posição de independência política em relação ao Partido dos Trabalhadores e não é responsável pela indicação de nomes para qualquer secretaria municipal ou estadual, principalmente de educação. O senhor Juquinha não é professor da rede pública de ensino e não possui vínculo com o SINTESE, portanto o sindicato vai manter a mesma relação institucional que manteve com a Secretaria de Educação e seus secretários em outras administrações. O SINTESE possui membros filiados ao PT, mas reafirma sua linha político-ideológica de não indicar nomes para assumir cargos políticos em órgãos públicos e de estabelecer apenas relações institucionais com esses órgãos e seus gestores, mantendo fidelidade à luta pelos direitos dos educadores e pela melhoria da qualidade da educação pública no Estado de Sergipe. A posse do senhor Juquinha é resultado de uma negociação entre o prefeito de Lagarto, José Rodrigues dos Santos, o Zezé Rocha, e o Partido dos Trabalhadores em Lagarto, durante a campanha eleitoral, para que a Secretaria Municipal de Educação ficasse sob responsabilidade do partido. Com a votação de quatro projetos de educação, ocorrida na Câmara Municipal no dia 15 de dezembro do ano passado, que retiram direitos conquistados com muita luta pelos professores lagartenses e prejudica a qualidade do ensino público no município, o Partido dos Trabalhadores em Lagarto se comprometeu em não assumir a Secretaria de Educação, caso os projetos fossem aprovados. Os projetos foram aprovados num clima de muita tensão e, contrariando, o compromisso firmado com os educadores e o SINTESE, o senhor Juquinha, do PT em Lagarto, assumiu a Secretaria Municipal de Educação. Nesse contexto, o SINTESE permanece na sua condição de instrumento de luta pela conquista dos direitos dos trabalhadores em educação da rede pública de ensino e em defesa da educação pública de qualidade, agindo com autonomia e independência diante das decisões do Partido dos Trabalhadores e de seus membros que ocupam cargos políticos. Direção do SINTESE