SINTESE participa do Grito dos Excluídos em Nossa Senhora da Glória

33

Professores e demais cidadãos reivindicaram reforma agrária, mais recursos para a educação e dignidade No dia 7 de setembro, a cidade de Nossa Senhora da Glória parou diante do Grito dos Excluídos, promovido por entidades sociais, pela Igreja Católica, pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra – MST – e SINTESE. A concentração aconteceu no CEASA, de onde mais de duas mil pessoas saíram em passeata pelas ruas da cidade, encerrando o ato na Praça da Telemar.

Entre as reivindicações estavam a reforma agrária urgente, mudança na política econômica do Governo Federal, respeito à população sergipana por parte do Governo do Estado, mais recursos para a educação, dignidade e respeito à pessoa humana. “Nós do SINTESE acreditamos que, através dos movimentos sociais, podemos enfrentar e modificar o modelo econômico implantado na sociedade. Um modelo desumano, que aumenta a exclusão dos menos favorecidos”, destaca o professor Reginaldo Medrade, coordenador de Comunicação Sindical da sub-sede do SINTESE no Alto Sertão.