Nota de Solidariedade ao Frei Luiz Flávio Cappio

35

A Direção Executiva do SINTESE, em nome dos Trabalhadores em Educação Básica da Rede Oficial do Estado de Sergipe e reafirmando sua posição contrária ao projeto de transposição do Rio São Francisco, vem prestar sua solidariedade ao Frei Luiz Flávio Cappio, em greve de fome há onze dias, bem como à sergipana Maria Isabel dos Santos e às outras três mulheres procedentes dos Estados de Alagoas, Pernambuco e Ceará, ligadas ao Movimento dos Pequenos Agricultores, que aderiram ontem à greve de fome do Frei Luiz Cappio. Esperamos que o gesto desses companheiros sensibilize as autoridades nacionais e que o bom senso prevaleça, materializado na revogação do projeto de Transposição do Rio São Francisco, em face dos problemas ambientais e sociais que essa ação pode provocar. A transposição do jeito que está sendo pensada é prejudicial ao rio e aos nordestinos que necessitam do rio direta ou indiretamente. Sendo assim, o Rio São Francisco precisa de ações que visem acabar com os problemas existentes, aumentando o fluxo de água e sua melhor utilização pelos Estados por ele banhados. Aracaju(SE), 06 de outubro de 2005 Direção Executiva do SINTESE