Achatamento salarial

30

Nos sucessivos Governos que passaram e no atual, o vencimento dos professores sofreu um achatamento salarial sem precedentes. Isso tem reflexos diretos na qualidade do ensino. Nos sucessivos Governos que passaram e no atual, o vencimento dos professores sofreu um achatamento salarial sem precedentes. Isso tem reflexos diretos na qualidade do ensino. Para conseguir sobreviver muitos educadores passaram a ensinar, até nos três turnos. Além de não ter tempo para planejar aula, eles passam a não ter tempo para estudar, sem ter acesso à cultura.

“É preciso rever a política salarial que é atualmente adotada em Sergipe. Uma política que tenha os educadores como principais agentes de promoção da qualidade de ensino. Entretanto o que se percebe é uma política que valoriza projetos comprados a preço de ouro ( Se Liga, Acelera, Alfa e Beto, Centro de “Excelência” entre outros ). Esses projetos pensados sem a participação da comunidade escolar, estão fadados ao fracasso, como tantos outros que ocorreram no Estado de Sergipe”, afirma Joel Almeida, presidente do SINTESE.

Dados Formulados pelo DIEESE – QUADRO COMPARATIVO

No período de janeiro/2003 a março/2006:

A Receita Liquida do Governo de Sergipe cresceu51,47%
  
A Receita Liquida do Governo de Sergipe cresceu51,47%
  
O Salário Mínimo cresceu50,00 %
  
Inflação foi de25,36 %
 
Mas o reajuste Salarial dos professores da rede rstadual foi de apenas
9,78%