Cresce a renda do trabalhador

41

O rendimento médio real recebido pelas pessoas ocupadas ficou em R$ 1.012,50 em abril, com elevação de 0,4% em relação a março. O rendimento médio real recebido pelas pessoas ocupadas ficou em R$ 1.012,50 em abril, com elevação de 0,4% em relação a março. Em comparação com abril do ano passado, houve aumento de 4,7% segundo informou o IBGE. Em relação a março, das seis regiões pesquisadas, três apresentaram alta na renda: Recife (0,9%), Belo Horizonte (1,4%) e São Paulo (1,5%). Rio de Janeiro e Porto Alegre tiveram queda no poder de compra do trabalhador, de 1% e 0,7%, respectivamente.

Os trabalhadores com carteira de trabalho assinada no setor privado tiveram aumento de 1% na renda média, para R$ 1.026,90. Os empregados sem carteira de trabalho assinada no setor privado tiveram aumento de 1,6%, para R$ 656,90. Os trabalhadores por conta própria tiveram redução de 2,1%. Em comparação a abril de 2005, houve recuperação de 5,3% no rendimento dos trabalhadores com carteira assinada. Os trabalhado-res sem carteira ficaram com renda 5,5% maior e os por conta própria tiveram aumento de 5,7%.

Cresce o emprego formal
Em abril foram abertos 229,8 mil postos de trabalho formal, principalmente na indústria da transformação, serviços, agropecuária e construção civil. Os dados estão na pesquisa Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. A maior contribuição foi dada pelo setor de serviços, com saldo de 231.327 postos de trabalho. Em seguida vem a indústria (146.509), a agrope-cuária (71.796) e a construção (54.068).

Considerando apenas abril, a indústria de transformação teve saldo positivo de 78.481 empregos. Em se-guida, vieram os serviços (72.627), agricultura (32.718), comércio (26.656) e construção civil (12.628). Na análise dos desempenhos das regiões, o Ministério do Trabalho informou que os melhores resultados em abril foram em São Paulo, com a criação de 30.574 postos, e Rio de Janeiro, com mais 12.198 empregos formais.

Desemprego fica estável em abril
A taxa de desemprego nas seis regiões metropolitanas do país fi-cou estável em 10,4% de março para abril, segundo a Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE. A taxa de desem-prego é a menor para meses de abril desde 2002, ano em que o IBGE reformulou a metodologia da pesquisa.

O resultado de abril é exatamente igual ao de março e mostra uma interrupção na tendência de alta da ta-xa, que vinha desde janeiro. Segundo o IBGE, com base no resultado de abril e na análise da série histórica do índice, é possível afirmar que a tendência é de queda para a taxa de desemprego já a partir de maio.

Trabalhador ganha menos ao se aposentar
O trabalhador está ganhando menos na hora de se apo-sentar. Estudo feito pela Anfip (Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Previdência Social) mostra que o fator previdenciário reduziu em 3,09% o valor médio das aposentadorias por tempo de contribuição que foram concedidas em 2005. A tendência é que a redução seja ainda mais acentuada neste ano.

O “Fator Previdenciário” é um mecanismo criado no final de 1999 e que foi utilizado de forma gradual (0,5% a cada mês), crescendo durante cinco anos. O fator é uma fórmula de cálculo que considera a idade do segurado, a alíquota (31%), o tempo de contribuição e a chamada expectativa de sobrevida – estimativa de vida após a aposentadoria. Com isto reduz o valor dos benefícios de quem se aposenta mais cedo e foi instituí-do com o objetivo de estimular o trabalhador a permanecer mais tempo em atividade.

Mulheres continuam ganhando menos
Apesar da maior escolaridade, as mulheres brasileiras rece-bem salários em média 30% menores do que os homens. A informação está no estudo Sistema Nacional de Informações de Gênero com base no Censo de 2000, divulgado na segunda-feira pelo IBGE. As áreas onde as mulheres recebem menos que 70% do rendimento do homem são as regiões centro-oeste, sudeste e sul do país. A maior “igualdade” de rendimentos está no Norte e Nordeste, porque os salários são menores para to-dos! Os dados do IBGE mostram também que as mulheres têm se concentrado em ocupações consideradas extensões da vida doméstica.

Famílias chefiadas por mulheres
O número de famílias chefiadas por mulheres cresceu 66% na úl-tima década, passando de 7,7 milhões para 12,8 milhões, o que representa uma participação de 26,5% em relação ao total de domicílios. A participação das mulheres no sustento da família também registrou aumento significativo, de 24% em 1991 para 37,7% em 2000. Todas as informações do SNIG já estão disponíveis na internet (é preciso baixar o programa) a partir do endereço www.presidencia.gov.br/spmulheres.

Assentamento no RS está cercado por eucalipto
O assentamento Pátria Livre no município de Can-diota, no Rio Grande do Sul, possui aproximadamente 500 hectares e está cercado por uma área de 18 mil hectares – o equivalente a 180 mil metros quadrados – da Votorantim Celulose. As conseqüências das planta-ções de eucalipto da empresa já começaram a se manifestar, segundo MST. “Áreas que eles plantam no primei-ro ano, já pelo terceiro ano não vão plantar mais nada. Não vão plantar mais, e não tem outro alimento ali pra comer. Não vão comer eucalipto. Os animas acabam migrando para outros lugares procurando alimentação. É muito veneno que eles usam ali. Então a contaminação da água é grande também”.

Além da contaminação, a monocultura de eucalipto representa uma possível seca de rios e lençóis freáticos devido à busca da planta por água. De acordo com pesquisas da UFRGS um pé de eucalipto de 15 metros de altura é capaz de absorver até 3,6 mil litros de água por ano. Três vezes a média de chuva na região gaúcha.

Cooperativas vão gerar 50 mil empregos
A Cooperbio e a Biopampa, duas cooperativas de peque-nos agricultores e assentados da Reforma Agrária, no Rio Grande do Sul, produzirão biodiesel com apoio da Petrobrás. Cerca de 50 mil empregos serão gerados, com a previsão de produção de mais de 180 milhões de litros de biodiesel por ano. O projeto da Biopampa envolverá 20 mil famílias de agricultores em 43 municípios da região sul do estado, com o objetivo de produzir 60 milhões de litros/ano. Já o projeto da Cooperbio prevê a participação de 30 mil famílias em 63 municípios da região noroeste, com o objetivo de produzir 120 milhões de litros/ano.

Eleição sindical em Volta Redonda
A CUT pode voltar a dirigir o Sindicato dos Metalúrgicos de Volta Redonda. Nos dias 6 e 7 de julho, 3 chapas estarão disputando os votos dos trabalhadores: Chapa 1, da CUT; Chapa 2, da Força Sindical; Chapa 3, com PSTU, PSOL, PcdoB, PV, PMDB, etc.

Em reunião realizada no Rio de Janeiro, foi aprovado o apoio de sindicalistas à Chapa 1 e indicada uma Comissão para encaminhar os trabalhos. Para conhecer o Manifesto e participar (assinar), entrar em contato com: Jaime Santiago – (21) 2253-8698, (21) 9852-7595 (jaimesantiago@terra.com.br) ou Ernesto Germano Parés – (21) 2276-9713, (21) 8796-8177 (epares@terra.com.br ou Ernesto.Pares@gmail.com).

Mobilização pela CUT
No Rio de Janeiro, o Sindicato Estadual dos Profissionais de Ensino (Sepe) fará um plebiscito sobre a filiação à CUT. De 19 a 23 de junho estarão sendo realizadas eleições para diretoria esta-dual do Sepe, núcleos e regionais. Um grupo dentro do sindicato está querendo que o sindicato saia da CUT. Estamos participando da mobilização pela continuidade do sindicato na Central Única dos Trabalhadores.

Venezuela está definitivamente no Mercosul
O Mercosul assinou o protocolo de adesão da Venezu-ela como membro pleno do bloco, informou a Chancelaria argentina. O documento fixa um prazo de quatro anos para a plena incorporação da Venezuela e foi assinado depois de “dois dias de negociações”.

A Chancelaria da Argentina, país que exerce a Presidência temporária do Mercosul, destacou que o bloco e a Venezuela confirmam o compromisso com a consolidação do processo de integração da América do Sul.

No início da semana, o embaixador da Venezuela anunciou oficialmente que seu país deixaria o G-3, grupo que formava junto com Colômbia e México. Hugo Chávez confirmou haver tomado esta decisão na viagem de volta da Líbia.

Venezuela comprará avião russo
A Venezuela vai comprar aviões Antonov da Rússia ao invés do a-vião de treinamento Super Tucano que pretendia comprar do Brasil. A venda dos aviões pela Embraer foi veta-da por Washington sob a alegação de que o modelo brasileiro tem embutida tecnologia norte-americana.

“Agora não podemos comprar Tucanos do Brasil, e eles (os norte-americanos) ainda falam em livre comér-cio”, afirmou Chávez durante uma entrevista coletiva concedida no palácio presidencial em Caracas.

Chávez disse que sua decisão de negociar com os russos só foi tomada depois que o negócio com a empre-sa brasileira foi sabotado por Bush. E confirmou que seu governo está disposto a comprar também da Rússia aviões Sukhoi Su-30 e Su-35 para a substituição dos caças de fabricação norte-americana F-16.

Cuba é líder em educação primária
Este é o resultado da primeira pesquisa internacional realizada pelo Laboratório Latino-Americano de Avaliação do Ensino, da UNESCO (ONU), sobre qualidade do ensino. Os estudantes cubanos tiveram uma média de notas que é quase o dobro dos que ficaram em segundo lugar.

Um jornalista do New York Times, Christopher Marquis, escreveu: “Cuba, uma nação de economia marxis-ta, com grandes dificuldades econômicas, lidera a educação primária na América Latina, segundo a UNESCO”.

Fidel exige da “Forbes” pedido de desculpas
O presidente cubano, Fidel Castro, voltou a atacar o editor da revista “Forbes”, Steve Forbes, e exigiu um pedido de desculpas público por sua inclusão na lista dos governantes mais ricos do mundo. “Eles têm que responder, pedir desculpas e dar explicações à opinião pública mundial”, disse Fidel em um programa especial da televisão cubana. Ele já havia exigido que a revista e Wa-shington apresentassem provas da existência de sua suposta fortuna. Se conseguissem, afirmou, estava dis-posto a renunciar a seu cargo.

Abuso sexual confirmado
A Comissão Nacional de Direitos Humanos, do México, divulgou o Informe Preliminar sobre San Salvador Atenco e confirmou as denúncias de violação e abuso sexual feitas por 19 mulhe-res mexicanas e 4 estrangeiras. O Informe fala de depoimentos e exames clínicos que confirmam a violência de policiais contra as prisioneiras durante a repressão ao protesto popular.

Pode haver segundo turno na Colômbia
O governo Bush conta com a eleição tranqüila de seu “alia-do” Álvaro Uribe, hoje. Mas pesquisas realizadas nos últimos dias mostram um crescimento do candidato apoia-do pela esquerda, Carlos Gaviria, e pode provocar um segundo turno.
O governo colombiano assume que a guerrilha controla mais de 60% do território nacional e na última quinta-feira tropas do exército atacaram, por engano, uma patrulha policial causando a morte de 10 agentes por “fogo amigo”.

Kissinger e o golpe militar de 1976 na Argentina
Completando 30 anos do golpe militar na Argen-tina, em março de 1976, documentos trazem novas informações sobre o papel dos EUA. Dois dias depois dos militares assumirem o poder, o então secretário de Estado Henry Kissinger deu ordens a seus subordinados para “apoiar” o novo governo e oferecer ajuda financeira. As informações estão em um relatório que era consi-derado “reservado” até agora pelo “Arquivo de Segurança Nacional”, em Washington.

Os documentos sobre a ação de Kissinger e muito mais estão em http://www.archive.org. Podem também ser lidos impressionantes documentos sobre o Plano Condor, esquema entre os órgãos de repressão das ditadu-ras do Cone Sul durante os anos 70 e 80. Os documentos agora publicados trazem impressionantes notas do Departamento de Estado sobre a quantidade de vítimas da repressão argentina. Um deles fala que teriam “de-saparecido” 15.000 pessoas.

Tropas dos EUA a 50 quilômetros da Venezuela
Soldados a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), sob comando dos EUA, estão participando das “manobras militares” Joint-Caribe Lion 2006. A base de comando da operação está na ilha de Curazao, a 50 quilômetros da Venezuela. São cerca de quatro mil soldados estadunidenses, holandeses, belgas, canadenses e franceses que permanecerão na região por 23 dias. Na região já estão outros 6.500 soldados do Tio Sam, desde o início de abril, que participam das manobras navais com porta-aviões, submarinos e outros navios militares.

Bush diz que está preocupado com a democracia na AL
Bush declarou estar “preocupado” com o que chamou de “erosão da democracia” em países da América Latina. E citou a Venezuela e a Bolívia. Ele acusa Chávez de tentar interferir nos processos eleitorais de outros países do continente para tirar vantagens.

Chávez foi o alvo preferido dos ataques do presidente estadunidense, sob acusação de ingerência nas elei-ções em outros países da América Latina, entre os quais o Peru.

Reunião sobre Gasoduto será dia 7 de junho
O ministro de Energia e Petróleo da Venezuela, Rafael Ramírez, confirmou a reunião ministerial sobre o gigantesco Gasoduto do Sul para o dia 7 de junho em Cara-cas. Ramírez disse que já está certa a participação dos ministros de Energia de Argentina, Brasil e Bolívia e dos membros de sete equipes que trabalham em diferentes temas relacionados ao projeto. O projeto do gasoduto, que inclui um duto principal de 6.600 km e ramificações de mais cerca de 1.400 km, está orçado em US$ 23 bilhões e tem capacidade para distribuir 150 milhões de metros cúbicos de gás por dia.

Governo francês fará lei contra violência juvenil
O governo francês, preocupado com as recentes mobilizações de estudantes e jovens contra o desemprego, está preparando um projeto de lei para ser encami-nhado ao Conselho de Ministros. O ministro Nicolas Sarkozy, conhecido por suas declarações repressivas duran-te as manifestações de Paris, assegura que “Nenhum delito cometido por um menor ficará sem resposta”. Os estudantes estão entendendo isto como uma ameaça.

10 mil camponeses protestam na Indonésia
Em 17 de maio, as ruas de Jakarta, capital da Indoné-sia, foram ocupadas por camponeses. Mais de 10 mil homens, mulheres e crianças lotaram o centro da cidade com suas bandeiras, músicas e o som de tambores para um dos maiores protestos por Reforma Agrária desde o fim do Novo Regime, em 1998. Participaram também operários, estudantes, grupos de jovens, desempregados e outros representantes da sociedade civil.

Energia faz déficit comercial da UE dobrar
A importação de energia foi o principal fator para expli-car o alta no déficit na balança comercial da UE (União Européia), segundo dados oficiais da região. A diferença entre importações e exportações quase dobrou em março, em relação ao mesmo mês de 2005, atingindo 12,1 bilhões de euros (R$ 33,8 bilhões). O principal fator, segundo a entidade sem se aprofundar em detalhes, foi a compra de energia. Segundo a agência de estatísticas européia, em março do ano passado, a UE havia regis-trado déficit comercial de 6,5 bilhões de euros (R$ 18,2 bilhões).

O maior reator de fusão nuclear do mundo
Líderes da União Européia, Estados Unidos, Rússia, Ja-pão, China, Coréia do Sul e Índia assinaram acordo para lançar o revolucionário projeto de reator nuclear expe-rimental Iter. O reator custará 10 bilhões de euros e será construído em Cadarache (sul da França). É um pro-grama internacional de pesquisa sobre a fusão termonuclear controlada, que busca reproduzir o que acontece no núcleo do Sol. Neste tipo de fusão, os cientistas tentam fazer com que os núcleos de dois isótopos de hidro-gênio se unam para formar hélio, e isto gere uma grande quantidade de energia. Segundo seus partidários, trata-se de uma solução alternativa à fissão nuclear utilizada nas centrais atuais para produzir energia. Enquan-to a fissão nuclear é perfeitamente controlada há décadas, a fusão é uma técnica ainda não dominada.

Senado dos EUA aprova reforma migratória
O Senado dos EUA aprovou um projeto de lei de re-forma do sistema migratório que pode abrir o caminho para a legalização de grande parte dos 12 milhões de imigrantes ilegais que vivem no país. A medida inclui uma alternativa para a legalização de pelo menos oito milhões de imigrantes ilegais, um programa de trabalhadores temporários e o reforço da vigilância fronteiriça.

Mas o projeto de lei também autoriza a construção de um muro de 595 quilômetros na fronteira com o Mé-xico, a contratação de até 4 mil novos agentes da Patrulha Fronteiriça e o envio de até 2.500 inspetores adicio-nais para os portos de entrada do país. Além disso, amplia os centros de detenção de imigrantes ilegais, ao duplicar de 10 mil para 20 mil o número de vagas nestas instalações.

O “Exterminador” contra os imigrantes
O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, anun-ciou sua decisão de enviar tropas da sua Guarda Nacional para ajudar a “proteger” a fronteira com o México. Os 6.000 soldados que serão deslocados para a região, atendendo às orientações de Bush, estarão equipados com armamentos mais modernos.

Bombardeio dos EUA mata 35 civis no Afeganistão
Pelo menos 35 civis morreram no domingo de-vido aos bombardeios estadunidenses, mas o número “oficial” é de 16 mortos. O chefe da Comissão Indepen-dente Nacional de Direitos Humanos disse que 26 membros de uma família e nove de outra morreram devido ao ataque aéreo.

França, Alemanha e Itália pagaram por reféns
A revista The Times publicou documentos e entre-vistas confirmando que França, Alemanha e Itália pagaram o equivalente a 45 milhões de dólares para libertar nove reféns no Iraque. A notícia irritou muito o governo inglês e deixou o primeiro-ministro Tony Blair em má situação, uma vez que sua recusa em pagar resgates causou a execução de dois inglese (Margaret Hassan e Kenneth Bigley). Desde a invasão do Iraque, em 2003, mais de 250 estrangeiros foram seqüestrados. Em ge-ral, funcionários das empresas que prestam serviços na “reconstrução” e militares de baixa patente. Deste to-tal, 135 foram libertados com pagamento de resgates e 44 foram executados. Nove conseguiram fugir e não se tem notícias dos demais.

Tentativa de suicídio
Militares da base naval de Guantánamo informaram que houve uma tentativa de suicídio coletivo dos prisioneiros. Lá estão cerca de 400 pessoas de diferentes nacionalidades, sem qualquer acusação provada e sem qualquer tipo de atendimento jurídico. Os registros oficiais admitem 41 tentativas de suicídio, desde janeiro de 2002. Mohammed Ismail Agha tinha 13 anos, em 2002, quando foi levado para a prisão do Guantánamo… ainda está lá!
? O ataque ao Pentágono. Novos vídeos e fotografias lançam muitas dúvidas sobre a versão oficial do ataque ao Pentágono, em 11/09. Jornalistas e pesquisadores começam a denunciar que pode ter sido uma “ar-mação” de Bush. Veja em http://www.voltairenet.org/article139308.html