Educadores de Itabaiana aguardam nova proposta

23

O magistério de Itabaiana paralisou suas atividades ontem, 31, para manifestar insatisfação com a proposta de reajuste salarial de 5%, feita pela prefeitura. O magistério de Itabaiana paralisou suas atividades ontem, 31, para manifestar insatisfação com a proposta de reajuste salarial de 5%, feita pela prefeitura. Com esse reajuste, o salário-base passará a R$ 315,00, mas os professores esperam que a prefeita Maria Mendonça apresente nova proposta de aumento. A reivindicação dos educadores é de salário-base de R$ 350,00.

Além dos recursos do Fundef, a Prefeitura de Itabaiana recebe recursos de outras fontes para aplicar na educação, a exemplo do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino – MDE, do Programa de Educação de Jovens e Adultos – EJA, Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar – PNAT – e Salário-Educação. A prefeita alega que a dificuldade em dar um aumento maior ao salário do professor está no limite determinado pela Lei de Responsabilidade Fiscal. No entanto, segundo Enivalda Leite, da coordenação do SINTESE em Itabaiana, a administração municipal continua fazendo contratações temporárias de profissionais.