Professores de Salgado protestam em frente a prefeitura

33

Os professores de Salgado fazem nesta quinta-feira um ato público em frente ao prédio da prefeitura. Os professores de Salgado fazem nesta quinta-feira um ato público em frente ao prédio da prefeitura. No ato estão confirmadas as presenças de pais, alunos e professores da cidade de Salgado e municípios circunvizinhos. O motivo do protesto é a péssima política educacional adotada pela prefeitura municipal.

Os educadores retornaram às aulas na última segunda-feira, dia 14, atendendo decisão judicial do desembargador Luiz Mendonça.

Depois de 60 dias os professores retornam as aulas sem conseguir resolver os problemas da Educação. “Nós estamos voltando para sala de aula porque somos responsáveis e vamos cumprir a lei, mas o modo com que fomos tratados pela administração é inadmissível. Tentamos negociar e só recebemos respostas negativas”, disse Ginaldo Santos, representante do SINTESE no município.

A decisão de Luiz Mendonça veio a partir de um recurso da prefeitura de Salgado sobre decisão da juíza da comarca de Itaporanga, Cléa Schlingmann, que entendeu que a greve iniciada pelos educadores no dia 12 de junho era legalmente amparada pela Constituição. A prefeitura recorreu e teve parecer favorável do desembargador. “O fato de a prefeitura ter recorrido a justiça contra um direito nosso, só mostra a consideração com que o município trata os professores”, afirmou Ginaldo. O SINTESE recorreu a decisão e espera o resultado.

A decisão também obriga a prefeitura a entregar ao SINTESE as folhas de pagamento referente a todos os funcionários público do município. De posse destes documentos o sindicato avaliará se ao dar aumento aos educadores o município descumprirá a Lei de Responsabilidade Fiscal.