Diversidade cultural marca o XI Congresso do Sintese

27

Da música medieval ao batuque, do teatro de rua ao sarau poético, da dança popular ao cinema alternativo. Assim é a programação cultural preparada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Sergipe (Sintese) para o décimo primeiro congresso da entidade, que acontece at o sábado (26). Da música medieval ao batuque, do teatro de rua ao sarau poético, da dança popular ao cinema alternativo. Assim é a programação cultural preparada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Sergipe (Sintese) para o décimo primeiro congresso da entidade, que acontece at o sábado (26).

A abertura do congresso dá o tom do que os participantes do evento podem esperar em termos de atrações culturais. O pontapé inicial ficou por conta do grupo de música antiga Renantique, especializado em música da idade média, renascença e barroco. Logo em seguida, subiram ao palco o grupo de percussão alternativa Tambores da Esperança e a Companhia Danç’Arte – ambos formados por alunos do Colégio Estadual Arabela Ribeiro, do município de Estância – e o coral do Sintese, composto de professores aposentados da rede pública de ensino.

A diversidade continua a marcar a faceta cultural do congresso nos dias seguintes, com a apresentação de grupos de teatro e dança, exibição de vídeos e performances musicais. Grande parte das atrações é criação dos alunos da rede pública de ensino, que durante o XI Congresso do Sintese terão espaço para mostrar seu talento a toda a sociedade.

Merece destaque a apresentação do grupo Lateiros Curupira, que nasceu a partir da oficina de percussão desenvolvida pela ONG Missão Criança Aracaju. Formado por cerca de 20 adolescentes da periferia aracajuana, os Lateiros Curupira já conquistaram a admiração de gente como o ministro da Cultura, Gilberto Gil, e o grupo de percussão baiano Olodum – que convidou o grupo para apresentar-se em Salvador. A apresentação acontece na quinta-feira (24) às 14 horas.

Outro grande momento, no mesmo dia, será a apresentação da peça teatral “Os Desvalidos”, adaptação da obra do escritor sergipano Chico Dantas, com o grupo Imbuaça. A performance acontece a partir das 19h30.

Além das atrações artísticas, o evento contará com o “Centro Cultural da Resistência”, espaço dedicado à exposição de fotos, artesanato e outros trabalhos artísticos, que abrigará também diversos stands para a venda de livros. Confira abaixo a programação cultural completa do XI Congresso do Sintese.

PROGRAMAÇÃO CULTURAL DO XI CONGRESSO DO SINTESE

24/08/2006

08 horas: Apresentação Teatral: A Guerra dos Canudos – Cia Teatral Los Kabrúncos, alunos Colégio Estadual José de Matos Teles – Japaratuba/SE
Coordenador do Projeto: Professor Luciano Accioli.

14 horas: Apresentação Musical: Lateiros Curupira, grupo da oficina de percussão, Missão Criança Aracaju
Coordenação Pedagógica do Projeto Recriando Caminhos – Professora
Dansílvia Oliveira da Silva Carvalho
Responsável pela Oficina: Tom Toy

14:20 horas: Reflexão: A desqualificação do trabalho docente em tempos neoliberais, conclusões da Oficina Pedagógica da Resistência.
Professora Dra. Solange Lacks, UFS

19:30 horas: Noite Cultural da Resistência Sergipana
Local: SESC – Ginásio Charles Moritz, Rua Dom José Tomaz, 235, bairro São José – Aracaju / SE.
-Homenagem ao Professor Diomedes Santos Silva, poemas musicados por Beto Carvalho e Anabel;
-Exibição do filme curtametragem: “A morrer”, baseado na obra da poetisa portuguesa Florbela Espanca, produzido pela cineasta sergipana Gabriela Caldas
-Apresentação Teatral “Desvalidos”, Grupo Imbuaça, adaptação da obra do escritor sergipano Chico Dantas.

25/08/2006

08 horas: Apresentação Cultural: “A Magia do Barco de Fogo”, alunos do Colégio Estadual Senador Valter Franco – Estância / SE
Coordenação: Professora Andréa Cardoso Oliveira Santos.

14 horas: Apresentação Cultural: “Poxim Resgata sua Cultura”, alunos do Colégio Estadual Júlio Silva – Japoatã /SE
Coordenação: Professoras Flávia Cristina e Adjane

18 horas: Coquetel e Confraternização dos Congressistas ( ao lado da piscina e do Centro Cultural Resistência e Luta)
-Apresentação do Espetáculo de Dança Folclórica: “Noites Sergipanas”, Companhia de Artes Mafuá.
-Show com o artista Ivan Reis

26/08/2006

14 horas: Apresentação Cultural: “Danças Populares”, Grupo Dança’uba , alunas das Escolas Municipais de Umbaúba: Adelvan Cavalcanti, Josefina Batista e Benedito Barreto.
Coordenação: Professora Ginalva Cruz e Cleanes