A expressão da resistência no XI Congresso

25

As noites culturais do XI Congresso são marcadas pela forte influência da cultura popular sergipana e também pela homenagem a grandes personalidades do nosso estado. As noites culturais do XI Congresso são marcadas pela forte influência da cultura popular sergipana e também pela homenagem a grandes personalidades do nosso estado. No dia 24, no ginásio Charles Moritz o SINTESE apresentou aos congressistas uma homenagem a um dos seus fundadores, professor Diomedes. Alguns de seus poemas foram musicados por sua filha Anabel e pelo cantor Beto Carvalho, numa apresentação que marcou os presentes. Para encerrar a primeira noite da resistência o espetáculo “Os desvalidos”, baseado na obra de Francisco Dantas.

No dia 25 foi a vez do grupo de dança Mafuá mostrar a todos os participantes do congresso um pouco de cada um das manifestações folclóricas sergipanas. A noite antes das deliberações finais foi encerrada com o cantor estanciano Ivan Reis. Todos os espetáculos culturais tiveram patrocínio da FUNCAJU e do Mandato Popular da deputada estadual Ana Lúcia.