Professores de Poço Verde suspendem as aulas por tempo indeterminado

49

Os professores da rede municipal de Poço Verde estão desde a última segunda-feira, 28, com as atividades paralisadas. Segundo a categoria a greve é por tempo indeterminado… Os professores da rede municipal de Poço Verde estão desde a última segunda-feira, 28, com as atividades paralisadas. Segundo a categoria a greve é por tempo indeterminado, o motivo é o índice de reajuste de 1% apresentado pela prefeitura. Nesta terça, 29, os professores fizeram passeata pelas ruas da cidade colocando a população os motivos da greve. Segundo estudos realizados pelo SINTESE o município tem condições de conceder um reajuste maior, pois a receita do município teve um aumento de 7% de 2005 a 2006.

Os problemas na área educacional de Poço Verde são idênticos aos de outros municípios, falta de transparência nos gastos dos recursos destinados a Educação. Desde junho que o Conselho do Fundef não se reúne. Nem os educadores nem a população sabem como foram gastos os recursos do Fundef dos anos de 2005 e 2006. Há denúncias de que o salário do secretário de Educação tem sido pago com recursos do Fundef o que é totalmente ilegal.

Segundo o delegado sindical um Termo de Ajustamento foi assinado no Ministério Público pelo SINTESE e as secretarias de Educação, Administração e Finanças onde a administração municipal se comprometia a enviar documentos para que fosse possível averiguar como os recursos foram gastos, mas a prefeitura não tem cumprido com o prometido. “Vamos informar ao Ministério Público que a administração municipal está descumprindo o termo”, informou Caduda.