Professores de Itabaianinha realizam via crúcis

42

Nesta quinta-feira, 21, a partir das 19h os educadores da rede municipal de Itabaianinha fazem uma via crúcis pelas ruas da cidade denunciando os problemas da Educação da cidade e o desrespeito com que os professores estão sendo tratados pela administração municipal. Nesta quinta-feira, 21, a partir das 19h os educadores da rede municipal de Itabaianinha fazem uma via crúcis pelas ruas da cidade denunciando os problemas da Educação da cidade e o desrespeito com que os professores estão sendo tratados pela administração municipal. Esse é o primeiro ato depois dos dois dias de paralisação que aconteceram dias 14 e 15 deste mês.

Itabaianinha é um dos poucos municípios sergipanos em que os professores não contam com o Plano de Carreira e Remuneração do Magistério. Além disso, o Estatuto do Magistério precisa ser revisto. Com a falta de legislação os professores estão sendo privados de diversos direitos como, por exemplo, da licença prêmio. Outro agravante é que desde 2004 os educadores estão sem reajuste salarial. Outro ponto da pauta de reivindicações diz respeito ao pagamento do salário de dezembro e ao décimo terceiro salário de 1996, que o prefeito Manoel Elias de Santana prometeu pagar os professores. O curioso é que na época do “calote” o prefeito era o mesmo.

A transparência nos gastos dos recursos da Educação também é uma reivindicação dos professores. Segundo dirigentes da sub-sede do SINTESE de Estância, que abrange o município de Indiaroba, os conselhos municipais não estão funcionando. O sindicato já pediu a prefeitura, através de ofício, as folhas de pagamento e a prestação de contas e até agora nada, para consegui-las está recorrendo ao Ministério Público para ter acesso aos documentos e poder ter conhecimento de como são utilizados os recursos vindos do Fundef.