Educadores de Itaporanga paralisam as atividades nesta segunda

24

Os professores da rede municipal de Itaporanga fazem nesta segunda, dia 20, uma paralisação de advertência. O motivo da suspensão das aulas é a falta de resposta da prefeitura em relação a proposta de Plano de Carreira e Remuneração do Magistério e do Estatuto do Magistério apresentados pelo SINTESE no mês de setembro. Os professores da rede municipal de Itaporanga fazem nesta segunda, dia 20, uma paralisação de advertência. O motivo da suspensão das aulas é a falta de resposta da prefeitura em relação a proposta de Plano de Carreira e Remuneração do Magistério e do Estatuto do Magistério apresentados pelo SINTESE no mês de setembro.

Segundo o vice-delegado sindical Uilson de Menezes Hora, os professores estão apreensivos, pois estão trabalhando sem uma das leis fundamentais da sua profissão. “Estamos sem as duas principais leis que regem nossa profissão de professor. Sem eles não somos contemplados por direitos já assegurados pelos professores há vários anos”, protesta.

Outro problema dos educadores é com relação aos gastos do Fundef. Durante a campanha salarial a prefeitura ofereceu 9% de reajuste salarial, em estudos feitos pelo sindicato esse reajuste poderia chegar a 30% sem prejudicar as finanças do município. Agora no final do ano a administração anunciou que houve sobra de recursos e que os professores do ensino fundamental vão receber R$3,5 mil e os educadores da educação infantil receberão R$2,0 mil em forma de abono. “Que a sobra de recursos seja repartida com os professores está de acordo com a lei, mas porque na época do reajuste a prefeitura não concedeu um percentual maior? Esse abono só nos mostra que nossas reivindicações na época estavam certas”, aponta Uilson.

A separação de valores entre os professores também não é vista como correta pelo sindicato. “Somos favoráveis a isonomia, não há motivo para um valor diferenciado entre ensino fundamental e educação infantil, afinal são todos professores da rede municipal”, conclui o diretor de Assuntos Municipais do SINTESE, Francisco José dos Santos.