SINTESE começa sua participação da Semana Acadêmica da UFS

39

O SINTESE nesta quarta-feira (22) abre sua inserção nos debates que acontece na I Semana Acadêmica da UFS. O tema são os pacotes pedagógicos implantados pelo Governo do Estado e pela maioria das prefeituras na rede pública de ensino. O SINTESE nesta quarta-feira (22) abre sua inserção nos debates que acontece na I Semana Acadêmica da UFS. O tema são os pacotes pedagógicos implantados pelo Governo do Estado e pela maioria das prefeituras na rede pública de ensino. O estudo denominado “Política pública para as séries iniciais: um estudo sobre os pacotes pedagógicos implantados nas escolas públicas da rede estadual de Sergipe” foi confeccionado pelas professoras Liana Torres e Sônia Meire do Departamento de Educação da UFS a partir da iniciativa do SINTESE. “Temos uma grande preocupação com estes pacotes, nossas escolas estão expostas a um processo de precarização, os professores estão perdendo autonomia e a comunidade está sendo excluída do processo escolar”, avaliou o presidente do SINTESE, Joel Almeida.

Segundo o estudo, aproximadamente 12 mil crianças estão expostas a métodos de ensino que implementam e reforçam preconceitos, que não levam em consideração os estudos da sociolingüística, que são artificiais e o principal, não garantem o domínio padrão da língua. “Nesses programas o papel dos alunos carentes é engolirem e dos professores é serem subservientes e repassaram o ‘conteúdo’”, disse a professora Liana. Segundo as professoras a tendência desses programas é formar analfabetos funcionais, ou seja, pessoas com capacidade de ler e até escrever, mas sem condições de compreender e apreender o mundo. Além das palestras o sindicato tem um estande com publicações do SINTESE está à disposição dos participantes da Semana Acadêmica.

Avaliação de desempenho é tema de palestra

No dia 23, às 17h no auditório da Reitoria o tema do segundo debate promovido pelo SINTESE será “Avaliação do professor ou avaliação do ensino?” a palestra proferida pelos professores Iran Barbosa, deputada Federal eleito e Roberto Silva, diretor de Imprensa e Divulgação do SINTESE mostrará como o sindicato vê a implantação a partir do ano passado do Sistema de Avaliação Periódica de Desempenho – SAPED. Desde a sua vigência que o SINTESE repudia o sistema, pois o considera em sua forma e conteúdo como nocivo para os professores da rede pública estadual.

Segundo o sindicato o Sistema de Avaliação pretende responsabilizar professores e alunos por eventuais dificuldades na escolarização, mas a conclusão do sindicato é que foi a política educacional do governo que não tive compromisso com a educação da rede pública sergipana.

A cartilha também mostra vários pontos que o SAPED não considera como, por exemplo: o projeto de educação em andamento, o plano de trabalho docente, o perfil de entrada e saída dos alunos da escola, o modelo de gestão pedagógicas, administrativa e financeira, entre outros.