Sintese vai ao MP e faz denúncia

25

O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Sergipe (Sintese), Carlos Sérgio Lobão, fez uma denúncia sobre a situação dos professores da rede estadual que estão correndo o risco de ter o salário cortado no mês de dezembro.< O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Sergipe (Sintese), Carlos Sérgio Lobão, fez uma denúncia sobre a situação dos professores da rede estadual que estão correndo o risco de ter o salário cortado no mês de dezembro.

Segundo Carlos, os professores formados em Pedagogia estão sendo obrigados a assinar o diário da disciplina de Educação Física. “Estão ameaçando cortar os salários, não pagar as férias e tirar os direitos de licença”, declarou o vice-presidente do Sintese.

Em decorrência deste fato, Carlos Lobão foi, na manhã desta quarta-feira (20), ao Ministério Público Estadual (MP) para fazer a denúncia. No entanto, a assessoria do MP confirma que até agora nada foi decidido.

A informação vinda da assessoria do Sintese relata que estão preparando um ofício, requisitado pelo promotor Alexsandro Sampaio, para abrirem inquérito. O Sintese tem uma audiência marcada no Ministério Público para o dia 19 de janeiro, mas é para resolver a situação do Projeto de Inclusão Digital (Proid), no qual será financiado computadores para os professores da rede estadual.

fonte: Portal Ligtv