Professores de Tobias Barreto podem entrar em greve

27

Eles interrompem as aulas no dia 27 e realizam assembléia para definir se a categoria paralisa as atividades por tempo indeterminado. O constante desrespeito aos direitos dos professores pela prefeitura de Tobias Barreto pode levar os educadores da rede municipal a entrar em greve. Eles interrompem as aulas no dia 27 e realizam assembléia para definir se a categoria paralisa as atividades por tempo indeterminado. Desde o ano passado que os professores tentam audiência com a prefeita Marly Barreto para negociar uma saída para o impasse, mas a prefeita se nega a receber os educadores.

Nos últimos dias a prefeitura, através do procurador do município, tem feito ameaças aos professores. Entre elas de retirar do Plano de Carreira e Remuneração do Magistério, direitos como mudança de nível e titulação. “O procurador do município nos disse que tais direitos são inconstitucionais e que o poder executivo vai enviar projeto para Câmara alterando a lei. A prefeitura está tentando nos amedrontar, mas não vai conseguir. Esses direitos são garantidos por lei”, disse um dos coordenadores da sub-sede centro-sul do SINTESE e professor de Tobias Barreto, Franco Ramos.

No último dia 15 os professores realizaram atos públicos em protesto a falta de reajuste salarial e também a negação de direitos garantidos pelo Plano de Carreira e Remuneração do Magistério. Usando a criatividade os educadores fizeram panfletagem pelas ruas e participaram de programas de rádio nas emissoras da cidade. Em busca do apoio dos parlamentares eles estiveram presentes a sessão da Câmara de Vereadores. “Contamos também o apoio dos pais dos alunos porque eles entendem que boas condições de trabalho para os professores refletem numa melhor educação para seus filhos. Só estamos exigindo o cumprimento da lei”, disse o representante do SINTESE.

No próximo dia 24 os professores realizam um festival de poesia e panfletagem no povoado Montes Coelho, o maior da cidade. Os temas das poesias versarão sobre os problemas que o magistério vem passando em Tobias Barreto. “Vamos mostrar às comunidades todas as maldades que a prefeita tem infligido aos professores da rede municipal”, contou Franco.

Veja também o que já foi publicado sobre:
Rede Municipal de Tobias Barreto