Marcha e seminário marcam semana em defesa da educação pública em SE

35

Como em anos anteriores o SINTESE prepara uma programação para chamar a atenção da sociedade sergipana dos problemas por quais passa a Educação da rede pública. Começa hoje e vai até o dia 27 a VIII Semana em Defesa e Promoção da Educação Pública. Como em anos anteriores o SINTESE prepara uma programação para chamar a atenção da sociedade sergipana dos problemas por quais passa a Educação da rede pública. Entre os destaques da programação estão a ‘Marcha Estadual em Defesa da Educação Pública’ e o seminário ‘Caminhos e Descaminhos da Organização Curricular das Escolas Estaduais’. “Pretendemos com estas ações suscitar ainda a discussão em Sergipe sobre o estado da educação da rede pública, seja ela estadual ou municipal”, destacou o presidente do SINTESE, Joel Almeida.

Marcha
No dia 25 de abril acontece paralisação em todas as escolas do Brasil e para marcar o dia de luta em defesa e promoção da educação pública acontece em Brasília e outros estados a Marcha em Defesa da Educação Pública. O tema da marcha nacional em 2007 é o piso salarial nacional para os professores. Sergipe estará representado na marcha nacional com 90 professores escolhidos em assembléia.

Em Sergipe a marcha estadual terá como reivindicações além do piso salarial nacional digno, mudanças na educação, revisão salarial e implantação da gestão democrática. “Ao longo dos anos temos a participação de educadores não só de Aracaju, mas também de vários municípios sergipanos”, destacou diretor de Comunicação do SINTESE, Roberto Silva.

Seminário
Dias 26 e 27 o sindicato realiza pela primeira vez um amplo debate sobre as áreas e modalidades curriculares das escolas da rede estadual. O seminário “Caminhos e Descaminhos da Organização Curricular das Escolas Estaduais”. Dia 26, os educadores vão estar espalhados em 19 oficinas e no dia 27 se reunirão no Espaço Emes para apresentar os resultados.

O sindicato entende que as políticas educacionais implantadas pelos últimos governos não contribuíram para o desenvolvimento da Educação sergipana, mas sim resultaram em escolas públicas sucateadas e professores desvalorizados. Educação sergipana, mas sim resultaram em escolas públicas sucateadas e professores desvalorizados. Por isso o sindicato pretende promover uma discussão ampla sobre como as disciplinas e modalidades que fazem parte do cotidiano de alunos e professores da rede estadual estão sendo apresentadas em sala de aula.

Buscando sempre uma integração maior com a sociedade o SINTESE tem como parceira do evento a Universidade Federal de Sergipe através da Pró-Reitoria de Extensão e do Colégio de Aplicação. “O SINTESE sempre procura firmar parcerias que ajudem no processo de discussão da Educação sergipana e também de afirmação das instituições públicas como a universidade”, afirma o presidente do SINTESE, Joel Almeida.

Assembléia
No dia 27 logo após apresentação dos resultados das oficinas o sindicato realiza assembléia geral extraordinária que terá como pauta: regimento eleitoral, deliberação sobre currículo, análise e discussão do índice de reajuste salarial anunciado pelo governo e da forma de pagamento do Funaserp.

Veja também o que já foi publicado sobre:
Seminário
Semana Nacional de Educação