Iran homenageia os 30 anos do SINTESE

35

Emocionado, deputado afirmou na Câmara que força da entidade vem de uma categoria que não se cansa de lutar e de ter esperança Em pronunciamento emocionado na tarde desta quarta-feira (5/9), o deputado Iran Barbosa (PT-SE) homenageou os 30 anos do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica da Rede Oficial do Estado de Sergipe (SINTESE). “Ouso afirmar, e não tenho medo de errar, que Sergipe não seria o mesmo sem a ação do Sintese”, disse.

O SINTESE, que Iran já presidiu, é o maior sindicato de trabalhadores de Sergipe. Tem cerca de 23 mil filiados. O deputado lembrou que a força da entidade vem de uma categoria profissional que não se cansa de ter esperança. “Essa força viva é feita de uma esperança inquieta, militante, lutadora. Em uma expressão, é feita da esperança ‘paulofreireana’!”, destacou.

Segundo o deputado petista, o SINTESE, ao longo dos seus 30 anos, se consolidou como um espaço de debate e de luta em defesa da justiça, contra as arbitrariedades das políticas opressoras, afirmando a organização e resistência social como instrumentos de melhoria da qualidade de vida do povo e da cidadania. “Enfim, um verdadeiro ‘exército’ em defesa da educação e dos educadores que, neste momento festivo, recebe toda a homenagem que dessa tribuna posso prestar-lhes”, afirmou.

No pronunciamento, Iran Barbosa não esqueceu de homenagear os lutadores deste ‘exercito’ que já se foram. “São ícones da nossa resistência como, o professor Diomedes, a professora Lena, o professor Sinval, a professora Constância, entre outros que deixaram exemplos de vida e de luta que são referência para os que continuam nesta jornada”, disse.

A homenagem foi estendida aos aposentados e educadores que ainda permanecem na luta pela educação pública de qualidade. Entre os homenageados, o deputado citou o atual presidente do SINTESE, Joel Almeida Santos, e as professoras Ubaldina, Lúcia e Ângela.

A deputada estadual e atual secretária de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social de Sergipe, professora Ana Lúcia Vieira Menezes, também foi lembrada no pronunciamento. Iran Barbosa destacou o papel importante da educadora – que jpa presidiu o SINTESE – na redefinição das ações do sindicato e na história do sindicalismo, da educação e da política sergipana.

O deputado disse, ainda, que o SINTESE é a expressão de pluralidade do povo. “São lideranças e lutadores anônimos que não permitem que as nossas bandeiras deixem de tremular”. Também afirmou que estará sempre pronto para de qualquer espaço responder ao chamamento Do seu sindicato.

Emocionado, Iran Barbosa parabenizou a entidade, os seus dirigentes e todos os educadores pelos 30 anos do Sindicato dos Educadores de Sergipe e terminou o discurso com frase de uma música do cantor e compositor Djavan: “Mas é doce morrer nesse mar de lembrar e nunca esquecer. Se eu tivesse mais alma para dar, eu daria. Isso para mim é viver”.

Assessoria de Imprensa e Comunicação
Deputado Federal Iran Barbosa (PT-SE)