SINTESE cobra cumprimento da pauta de reivindicação

31

A reunião foi fruto do ofício enviado pelo sindicato ao governador e ao secretário de Educação cobrando o cumprimento dos pontos acordados entre a secretaria e o sindicato. A comissão de negociação do SINTESE se reuniu na última terça-feira, dia 11, com o secretário de Educação. A reunião foi fruto do ofício enviado pelo sindicato ao governador e ao secretário de Educação cobrando o cumprimento dos pontos acordados entre a secretaria e o sindicato.

No ofício de nº 615/2007, datado de 23 de maio, a SEED se comprometeu a encaminhar a gestão democrática, enviar projeto de lei para o retorno da progressão vertical automática, os pontos reivindicados da pauta do magistério da rede estadual, mas até agora pouca coisa foi feita. “O sindicato veio buscar da SEED respostas aos pontos em que governo e sindicato dos professores entraram em acordo, pois pouca coisa foi operacionalizada”, afirmou o presidente do SINTESE, Joel Almeida.

O sindicato entende que a SEED deve ter mais celeridade no cumprimento dos pontos, pois o documento enviado ao sindicato se comprometendo em encaminhar a pauta evitou uma radicalização do movimento de paralisação dos professores. “A categoria compreendeu que o novo governo merecia uma oportunidade para cumprir os pontos acordados, essa demora tem deixado muitos professores indignados com a morosidade de se promover as mudanças tão propagandeadas”, disse o vice-presidente do SINTESE, Carlos Sérgio Lobão.

Gestão Democrática

Uma comissão foi formada para elaborar fóruns de discussão sobre o tema e o grupo trabalharia a proposta a ser enviada até a Assembléia Legislativa até o dia 31 de dezembro deste ano. Até agora somente um fórum foi realizado (02 de agosto), após isso a comissão não se reuniu. O SINTESE solicitou que a comissão se reúna para começar a produzir o projeto que será enviado a Assembléia Legislativa instituindo a Gestão Democrática na rede estadual. Lima acenou com uma reunião na próxima terça-feira, dia 18. “Nos preocupa o fato que o calendário dos trabalhos não seja cumprido e o projeto não seja aprovado este ano, resultando num descumprimento do acordo”, ressaltou o diretor de Comunicação do SINTESE, Roberto Silva.

Progressão vertical

Na assinatura do termo de adesão ao Programa de Desenvolvimento da Educação – PDE o Governo do Estado reafirmou o compromisso com os professores de encaminhar para Assembléia Legislativa o projeto que devolve a automaticidade da progressão vertical, mas isso ainda não foi concretizado. De igual forma o projeto que institui a gratificação por interiorização, o sindicato inclusive já enviou proposta de regulamentação para a SEED.

O conselho é uma das grandes preocupações do sindicato, pois sem ele não há como a sociedade fiscalizar com a SEED investiu o recursos vinculados a Educação. O Estado desde março recebe recursos do Fundeb e até agora o conselho não está formado. O sindicato cumpriu a sua parte e na primeira assembléia da categoria realizada dia 08 de março elegeu os representantes e enviou os nomes a secretaria.

José Fernandes Lima adiantou ao SINTESE que no próximo dia 18 o governador fará um café da manhã com os deputados para apresentar 13 projetos de lei, entre eles estão três da área de Educação que englobam o Conselho do Fundeb, a progressão vertical e um convênio com as prefeituras para transporte de alunos.

PROID

Sobre os computadores o sindicato teve a informação que o Banese forneceu a relação nominal daqueles professores que fizeram a adesão no período de 05 de junho a 18 de outubro de 2006. O sindicato solicitou que esta lista seja disponibilizada no site da SEED e que o decreto seja atualizado, ajustando o valor à configuração da máquina, além de incluir os professores em estágio probatório universalizando o programa.