Agressão de professora de Divina Pastora repercute nacionalmente

24

O caso foi denunciado pelo SINTESE on line e os mais de 3 mil visitantes cadastrados no portal ajudaram a repercutir a matéria e solidificar uma rede de solidariedade em defesa da liberdade sindical. Diversos portais de notícia e representantes de segmentos da sociedade repudiaram a agressão sofrida e a prisão da professora Maria Jivanilde dos Santos da rede municipal de Divina Pastora.

O caso foi denunciado pelo SINTESE on line e os mais de 3 mil visitantes cadastrados no portal ajudaram a repercutir a matéria e solidificar uma rede de solidariedade em defesa da liberdade sindical.

Clique aqui e acompanhe a repercussão nacional da matéria

Num claro desconhecimento do papel do cidadão a juíza da Comarca de Divina Pastora, Soraia Gonçalves de Melo, decretou a prisão da professora, que participou no início da manhã de ontem (25)de um ato público no município junto dos demais servidores municipais. Testemunhas relataram que depois de algemada, a professora foi agredida com dois tapas no rosto pela juíza.