“É preciso ter vontade de luta e compreensão do problema

29

Essa foi uma das conclusões do terceiro palestrante, professor doutor André Martins da Universidade Federal de Juiz de Fora. Segundo ele para resistir a influência do empresariado na educação da rede pública além de vontade de luta é preciso compreender como é feita essa influência, pois só com o conhecimento de como funciona o processo para poder escapar das armadilhas.

O conhecimento sobre o processo de influência do empresariado sobre a escola pública fas escapar das armadilhas

Essa foi uma das conclusões do terceiro palestrante, professor doutor André Martins da Universidade Federal de Juiz de Fora. Segundo ele para resistir a influência do empresariado na educação da rede pública além de vontade de luta é preciso compreender como é feita essa influência, pois só com o conhecimento de como funciona o processo para poder escapar das armadilhas.

Professores lotaram a palestra
fotos: Edinah Mary

Nos estudos feitos por ele sobre a intervenção dos empresários na educação concluiu que há o objetivo é o mesmo há mais de 30 anos: transformar a escola pública em meio de formação de mão-de-obra meramente qualificada para atender aos seus interesses. O cerne sempre foi esse, o que aconteceu ao longo destes anos foi uma mudança sutil de discurso para adequar os interesses empresariais a conjuntura política e social do país.
Atualmente o discurso empresarial está sendo capitaneado pelo programa “Todos pela Educação”, que foi a base do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) apresentado em 2007. “A política educacional defendida pelos empresários que tem sua face mais exposta no ‘Todos pela Educação’ quer sepultar o Plano Nacional de Educação instituído pelo governo federal e também o plano de educação elaborado pela sociedade”, disse André Martins.