Conselho Estadual de Educação fecha escola em Salgado após denúncia do SINTESE

28

O fechamento da escola veio após denúncia feita pelo SINTESE em março deste ano. De acordo o relatório feito sindicato através de depoimento dos professores e fotografias O Conselho Estadual de Educação e emitiu parecer pelo fechamento da Escola Municipal Maria de Lourdes Almeida no povoado Tabuleiro do Mendonça, na cidade de Salgado. De acordo com o documento emitido pelo conselho o prédio não tem a mínima condição de abrigar e deverá funcionar apenas para a conclusão do ano letivo de 2007.

O fechamento da escola veio após denúncia feita pelo SINTESE em março deste ano. De acordo o relatório feito sindicato através de depoimento dos professores e fotografias foi constatado que:

• O prédio não dispõe de acomodações necessárias para alunos e professores, faltam carteiras, birôs e os quadros estão quase em sua totalidade inutilizados;

• Os telhados das salas de aula estão esburacados, na época das chuvas as salas ficam alagadas;

• Fiação elétrica exposta;

• Caixa d’ água sem tampa, tornando a água de consumo em foco de proliferação do mosquito da dengue;

• O acesso à escola é cortado por várias lagoas.

Após o documento do sindicato solicitando medidas urgentes para solucionar o problema o conselho constatou através de uma diligência o grau de desleixo da escola. Determinou que num prazo de 90 dias todos os problemas fossem sanados. O prazo venceu no mês de agosto e ao voltar ao estabelecimento de ensino para nova análise foi constatado que poucas melhorias haviam sido feitas e que a escola ainda não dava condições dignas para alunos, professores e funcionários.

Para o SINTESE a decisão do conselho foi acertada e serve de alerta para que outros municípios utilizem de forma consistente os recursos vinculados a Educação para que crianças e adolescentes não sejam expostas a risco e professores e funcionários não sejam subjugados a péssimas condições de trabalho.