Para o SINTESE a SEED boicotou a Conferência Estadual de Educação

56

Apesar de ter sido convocada pelo Ministério da Educação, a SEED não priorizou a conferência, demonstrando com isso o descaso com que tratou o SINTESE e os movimentos sociais presentes ao evento. A direção do SINTESE avalia que a Secretaria de Estado da Educação boicotou a I Conferência Estadual da Educação. Os fatos que confirmam a avaliação do sindicato são: a ausência dos gestores da SEED nos debates, a desorganização do evento, o desrespeito ao regimento e a falta de debates. “Apesar de ter sido convocada pelo Ministério da Educação, a SEED não priorizou a conferência, demonstrando com isso o descaso com que tratou o SINTESE e os movimentos sociais presentes ao evento”, disse o diretor de Comunicação do sindicato, Roberto Silva Santos.

Imagens da Luta

Os diretores do sindicato que participaram do evento perceberam que os ocupantes dos primeiro e segundo escalões da SEED que são responsáveis por planejar e implantar as políticas públicas de Educação não participaram dos debates.

Apesar do boicote da SEED ao evento o SINTESE avalia como positiva a sua participação e também dos movimentos sociais. “Tivemos a oportunidade de debater e sugerir políticas públicas na área de educação e vamos levar essas propostas para a discussão nacional, que são baseadas na democratização dos sistemas de ensino, na transparência no uso dos recursos vinculados a educação e mais financiamento”, disse o vice-presidente do SINTESE, Carlos Sérgio Lobão.

Em Sergipe a conferência teve como tema “Os Desafios da Construção de um Sistema Nacional Articulado de Educação” que por sua vez é baseado no tema central da conferência nacional que acontece em abril de 2008. Cento e trinta e quatro professores filiados ao SINTESE participaram da I Conferência Estadual de Educação que aconteceu de 12 a 14 de dezembro no Hotel Parque dos Coqueiros. O evento contou com a presença de diversos movimentos social e do comitê estadual da Campanha Nacional pelo Direito à Educação.