CNTE aprova moção de repúdio sobre a campanha dos meios de comunicação contra os educadores

51

A imprensa burguesa veiculou uma série de materiais difamando os(as) educadores(as), com o intuito de preparar a implementação dos planos neoliberais de retirada de direitos da classe trabalhadora, principalmente de nossa categoria, tentando ganhar o apoio da opinião pública para estes ataques. Esses últimos anos, em particular em 2007, foram marcados por uma intensa campanha promovida pelos diversos meios de comunicação contra os(as) servidores(as) públicos(as) e a categoria dos(as) trabalhadores(as) em educação. A imprensa burguesa veiculou uma série de materiais difamando os(as) educadores(as), com o intuito de preparar a implementação dos planos neoliberais de retirada de direitos da classe trabalhadora, principalmente de nossa categoria, tentando ganhar o apoio da opinião pública para estes ataques.

Leia abaixo as matérias

Entrevista da secretária de Educação do Estado de São Paulo, Maria Helena Guimarães de Castro, intitulada “Premiar o mérito” (p. 9, 12 e 13);

Artigo de Cláudio de Moura Castro, intitulado “Salário de professor” (p. 16);

Artigo de Gustavo Ioschpe, intitulado “Pelo direito à ruindade” (p. 100- 101).

Em dezembro passado, a revista Veja publicou uma matéria na qual acusou uma companheira, dirigente da APEOESP, de displicência e irresponsabilidade, pois, de acordo com as palavras da Veja, a mesma “falta às aulas, mas não falta às reuniões sindicais”.

Diante disso, nós, presentes ao 30º Congresso da CNTE, repudiamos o papel que os meios de comunicação têm cumprido como defensores e auxiliares dos governos neoliberais contra os(as) educadores(as) e a escola pública.

Repudiamos esta e qualquer outra forma de ataque classe trabalhadora e seus direitos e conclamamos a todos(as) trabalhadores(as) a unirem-se contra toda e qualquer forma de opressão e exploração aos(as) trabalhadores(as).

Viva a classe trabalhadora!
Viva a luta em defesa da escola pública

Brasília, 20 de Janeiro de 2008
Aprovada pela Plenária do 30º Congresso Nacional da CNTE