SINTESE faz visita aos deputados estaduais

40

Na ocasião o sindicato distribuirá aos 24 deputados documento contendo um relato de como está a educação pública da rede estadual sergipana e aponta caminhos aos parlamentares que resultam em uma educação pública de qualidade social e acessível para todos. Aproveitando o início dos trabalhados legislativos em 2008, a diretoria do SINTESE faz, nesta quarta-feira a partir das 9h, sua visita anual a Assembléia Legislativa. Na ocasião o sindicato distribuirá aos 24 deputados documento contendo um relato de como está a educação pública da rede estadual sergipana e aponta caminhos aos parlamentares que resultam em uma educação pública de qualidade social e acessível para todos. “Os professores esperam contar com o apoio dos deputados para que a conjuntura atual da educação mude, pois não pode continuar como está”, disse o presidente do SINTESE, Joel Almeida.

Para o SINTESE o cenário da educação da rede estadual sergipana é desanimador. O abandono e o sucateamento a que as escolas estão submetidas é cada dia mais gritante. A continuidade de programas como “Se liga”, “Acelera”, “Alfa e Beto” que já se comprovou que formam analfabetos funcionais e não resolve o problema da distorção idade-série e sim mascara as estatísticas. O desordenamento da rede de ensino, onde praticamente metade dos professores está fora da sala de aula. Todos estes problemas se refletem na queda das matrículas da rede estadual que a cada dia se acentua. Um dos exemplos é a baixa procura nos ditos “Centros de Excelência” que é outra política fracassada e que deve ser revista. Isso sem contar os baixos salários dos educadores. A situação salarial da rede estadual de ensino se deteriora ano a ano.

Para o SINTESE, o governo do Estado necessita urgente: definir uma política pública de Educação, discutida com a sociedade, dar condições para as escolas de acordo com o padrão mínimo exigido por lei, ampliar os direitos dos educadores, inclusive aqueles já assegurados pelo Plano de Carreira.