SINTESE e OAB promovem curso para os conselheiros da alimentação escolar

55

Durante o curso os conselheiros vão ter subsídios para fazer a análise da documentação fornecida pelas prefeituras e poder contribuir na formulação do parecer aceitando ou rejeitando as contas com relação ao uso dos recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE. Nesta quinta-feira, dia 21, a partir das 8h no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Sergipe acontece o curso para os representantes do magistério nos Conselhos de Alimentação Escolar.

Durante o curso os conselheiros vão ter subsídios para fazer a análise da documentação fornecida pelas prefeituras e poder contribuir na formulação do parecer aceitando ou rejeitando as contas com relação ao uso dos recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE.

O prazo para os conselhos enviarem o parecer para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, que é o órgão que gerencia o PNAE, é até dia 28 de fevereiro. Para o SINTESE é importante que os educadores que fazem parte do CAE tenham acesso a este tipo de informação, pois foi com conhecimento dos mecanismos de fiscalização que o Conselho Estadual de Alimentação Escolar descobriu irregularidades na merenda da rede estadual de ensino.