SINTESE denuncia escola na Barra dos Coqueiros

49

O SINTESE enviou ofício ao promotor da Barra dos Coqueiros e também para a prefeitura para que a situação seja resolvida o mais rápido possível. “É um claro desrespeito a lei que está prejudicando as famílias que não têm recursos para atender tal solicitação. O sindicato denuncia que o Pré-Escolar “O Pequeno Aprendiz” está solicitando aos pais/responsáveis pelos alunos uma lista de material escolar. A escola faz parte da rede municipal da Barra dos Coqueiros.

Na lista itens como: 300 folhas de papel ofício. 03 cremes dentais, 06 lápis grafite com borracha, 02 cadernos sendo que um deles de capa dura, folhas de papel crepon, laminado, tintas, etc. Isso é totalmente ilegal pois fere a Constituição Federal e a LDB que no art 4, inciso IV diz que o Estado deve oferecer “atendimento gratuito em creches e pré-escolas de zero a seis anos de idade”.

O SINTESE enviou ofício ao promotor da Barra dos Coqueiros e também para a prefeitura para que a situação seja resolvida o mais rápido possível. “É um claro desrespeito a lei que está prejudicando as famílias que não têm recursos para atender tal solicitação. O dever do município é oferecer educação gratuita e dar garantias de que as crianças tenham material escolar”, disse Morgan Prado Menezes, diretor do Departamento de Base Municipal do SINTESE.