Iran pede ao MEC que investigue supostas fraudes nas matrículas

52

Com base em dados do Censo Escolar de 2006 e 2007, deputado federal solicita rigorosa investigação para detectar queda no número de alunos O deputado federal Iran Barbosa (PT-SE) recomendou ao Ministério da Educação que investigue a possibilidade de supostas fraudes no registro das matrículas da educação básica (ensinos fundamental e médio) nos anos que antecederam a implantação do Educenso (Censo Escolar), em 2007.

Levantamento do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica da Rede Oficial de Ensino de Sergipe (SINTESE) mostra que a maioria das unidades escolares registrou queda de matrículas. De 2006 para 2007, foram menos 27 mil matrículas na rede estadual de ensino e nas municipais.

“Esta redução de matrículas parece ser explicada menos por eventuais dificuldades de atendimento aos educandos e mais por práticas fraudulentas não detectadas antes da implantação do Educacenso”, observou o deputado na indicação encaminhada ao ministro da Educação, Fernando Haddad.

Iran sugeriu ao ministro que promova uma rigorosa apuração acerca das disparidades estatísticas reveladas e, uma vez comprovada a prática de fraude, que o MEC atue no sentido de punir os responsáveis. A indicação foi protocolada na Câmara dos Deputados na última segunda-feira (25/2).

Segundo Iran, os dados levantados pelo SINTESE mostram que, em 2006, foram feitas 576.470 matrículas e no ano passado 549.212, isso nas redes estadual e municipal de Sergipe. A segunda rede é a que detém o maior número de estudantes na educação básica.

A rede estadual e a municipal de Aracaju foram as que registraram a maior queda no número de matrículas. Na estadual, de 2006 para 2007 a diferença ficou em menos 2.832 matrículas, e na municipal, de menos 1.616.

Pelo levantamento do SINTESE, o município de Nossa Senhora do Socorro também integra a lista dos que mais registraram queda de matrículas. No período estudado pela entidade sindical a diferença ficou em menos 2.480 matrículas na rede estadual. Já a rede municipal de ensino apresentou crescimento positivo de 225 matrículas.

“É um estudo detalhado e os dados preocupam. É preciso apurar para evitar problemas futuros e verificar o que ocorreu. Não estamos afirmando que existem fraudes, mas suspeitas, e é nossa obrigação verificar o que ocorreu”, justificou Iran.

fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Deputado Federal Iran Barbosa (PT-SE)