Governo ainda não respondeu ao ofício do SINTESE

46

O governador Marcelo Déda ainda não se pronunciou sobre o ofício enviado pelo SINTESE no dia 08 de outubro. No documento o sindicato solicitava uma audiência com o chefe do executivo estadual para tratar do envio para a Assembléia Legislativa do projeto de lei que regulamenta a Gestão Democrática na rede estadual de ensino.

A solicitação da audiência foi motivada pela realização no dia 15 de outubro, dia do professor, de assembléia dos educadores da rede estadual que trará na pauta a gestão democrática.

Para o sindicato está havendo uma demora excessiva para a conclusão desse processo. Desde maio, na campanha salarial, tinha ficado acertado entre governo e professores que o projeto iria para a Assembléia Legislativa tão logo fosse elaborada a minuta do projeto. A comissão formada por representantes da Secretaria de Estado da Educação – SEED e SINTESE, concluíram os trabalhos há mais de 45 dias.

Numa das últimas audiências ocorridas entre membros da diretoria executiva do sindicato e a SEED, o secretário comunicou que o projeto já estava nas mãos do governador. “Gostaríamos de saber o porquê do governo não ter enviado o projeto para apreciação dos deputados estaduais”, disse o vice-presidente do SINTESE, Carlos Sérgio Lobão.

Assembléia

O SINTESE convocou assembléia geral extraordinária para a quarta-feira, 15, às 9h, no Instituto Histórico e Geográfico e que, além de tratar da gestão democrática, tem como pauta: a posição da Procuradoria Geral do Estado – PGE sobre a progressão vertical; piso salarial e constitucionalidade dos dois vínculos para professores.