Professores dão nota final a Educação em 2008

65

Os professores das redes estadual e municipais participam nesta terça-feira, 30, a partir das oito da manhã, de ato público promovido pelo SINTESE no calçadão da João Pessoal, em frente a Caixa Econômica Federal.

O sindicato vai apresentar à sociedade sergipana as notas dadas pelos educadores aos 73 prefeitos onde as redes são filiadas ao SINTESE também ao governador Marcelo Déda pela política educacional implantada em 2008.

Urnas foram enviadas para a capital e o interior para colher os votos dos professores das 4078 escolas estaduais e aproximadamente 1600 municipais dos 73 municípios filiados ao SINTESE. Os professores também puderam votar pela internet, através do site do sindicato.

Os prefeitos e o governador foram avaliados nas seguintes temáticas: gestão nas escolas; revisão salarial dos trabalhadores em educação; condições de trabalho nas unidades de ensino (transporte dos professores, material didático, equipamentos e estrutura física); democracia nas escolas e respeito aos direitos dos trabalhadores em Educação; formação permanente e continuada dos professores.

O objetivo do sindicato em realizar a avaliação é refletir sobre a política educacional implantada pelos gestores públicos. “É nesse momento que os educadores se posicionam sobre como as administrações encararam o princípio constitucional de garantir uma educação pública de qualidade para todos”, disse o presidente do SINTESE, Joel Almeida.

Sapatadas

A irreverência e criatividade do sindicato também estarão presentes no ato público. Aproveitando o ato do jornalista iraquiano de jogar os sapatos no presidente dos Estados Unidos, George Bush, uma tenda será montada e os participantes do ato e transeuntes terão a oportunidade de atirar sapatos.

Piso

O ato não será somente um momento de mostrar à sociedade sergipana a opinião dos professores sobre a política educacional da rede pública, mas também de reforçar a defesa do Piso Salarial Profissional Nacional que será implantado a partir de 01 de janeiro de 2009. “O ano de 2008 findou e os professores não sabem como o governo do estado implantará o piso”, disse o vice-presidente Carlos Sérgio.

Notas

Ano passado os professores da rede estadual deram nota 3,4 a política educacional implantada pelo governo Marcelo Déda. Nas redes municipais as maiores notas ficaram com os municípios de: Brejo Grande (5,6), Riachão do Dantas (6,8), Riachuelo (5,1), Santana do São Francisco (5,6) e Telha (6,9). As piores notas ficaram com Capela e Gararu (0.6) e Salgado com (0,8).