Sindicatos denunciam caos na educação no Espírito Santo

50

{enclose u83_010409sindicatos1.mp3}

Os sindicatos da educação qualificam como um verdadeiro caos a situação vivida pelos profissionais da categoria no estado do Espírito Santo (ES). O magistério público capixaba realizou um ato nesta quarta-feira (01) para denunciar a política do governador Paulo César Hartung (PMDB). Os problemas começam pelo piso salarial do professores que é de R$ 448 – valor abaixo do salário mínimo, que hoje é de R$ 465. Além disto, o estado simplesmente ignorou a implantação do piso mínimo nacional de R$ 950, aprovado pelo Congresso brasileiro.