Professores da rede estadual fazem vigília na ALESE

55

Os professores da rede estadual fazem nesta quarta-feira, dia 22, a partir das 9h, vigília na Assembleia de Sergipe – Alese. O ato faz parte da programação da 10ª Semana em Defesa e Promoção da Educação Pública que acontece até o dia 24 de abril.

Para o SINTESE a iniciativa dos professores em ocupar as galerias da Alese vai suscitar o debate entre os deputados estaduais sobre a Educação Pública sergipana, que passa por momentos difíceis.

Programação

Na quinta, dia 23, o SINTESE vai realizar plenárias nas escolas para que sejam discutidos os temas que são eixos para a Conferência Nacional de Educação que acontecerá em 2010.

Daí 24, último dia da 10ª Semana culmina com uma paralisação nacional dos professores da rede pública. O motivo é destacar para a população que a maioria dos Estados e municípios não está cumprindo a Lei do Piso Salarial que foi sancionada pelo presidente da Lula em 2008 e que está em vigor desde o dia 01 de janeiro.  No dia da paralisação nacional, 24, o SINTESE realiza um ato público no Calçadão da João Pessoa, em frente a Caixa Econômica Federal, onde acontecerá a queima dos contracheques dos “Órfãos do Piso”. 

De volta a Alese

Na terça-feira, dia 28, os professores estarão novamente no parlamento estadual. Dessa vez para acompanhar o debate sobre o Piso Salarial, tenho como debatedor principal, o presidente do SINTESE, Joel Almeida.

Dia 30, às 9h, no Instituto Histórico está marcada uma nova assembleia da categoria. Os professores do magistério estadual aguardam com expectativa a segunda audiência no Tribunal de Justiça, onde o governo apresentará uma proposta. Pois ficou definido, na primeira audiência dia 26 de março, que o governo teria 30 dias para apresentar a formulação para a implantação do Piso Salarial Nacional na forma da lei 11.737/2008.

Encontro

No sábado, dia 18, o SINTESE realizou no auditório do Sindicato dos Médicos, o segundo encontro com professores militantes da rede estadual.

O sindicato apresentou para professores da rede estadual, da capital e do interior, dados sobre os recursos que financiam a Educação, as informações que o sindicato tem sobre gastos na folha de pagamento. No encontro também foi discutida a situação financeira do Estado, a partir da explanação do economista Luiz Moura, do DIEESE. Os educadores também tiveram oportunidade de conhecer formulações de implantação do piso feitas pelo sindicato.

 

Confira a programação

22/4 (Quarta-feira)

9h –  Vigília na Assembleia Legislativa

23/4 (Quinta-feira)

Plenárias nas Escolas Estaduais

24/4 (Sexta-feira)

Paralisação Nacional

9h – Ato Público em frente a Caixa Econômica Federal – Calçadão da João Pessoa.

28/4 – (Terça-feira)

9h – Debate sobre o Piso Salarial Nacional

Local: Assembleia Legislativa

30/4 – (Quinta-feira)

9h – Assembleia Geral

Local: Instituto Histórico e Geográfico.