Comissão Sergipana Pró-Conferência de Comunicação realiza debates

54

Ampliando mais ainda as ações de mobilização da sociedade para a temática da democratização dos meios de comunicação, a Comissão Sergipana Pró-Conferência Nacional de Comunicação vai promover o segundo debate sobre o tema no próximo dia 7 de maio, quinta-feira, em Aracaju.

Além de mobilização, o evento é parte fundamental do processo de formação dos representantes dos movimentos sociais que integram à comissão estadual, formada em Sergipe, oficialmente, no início de março desde ano. Até agora, já se engajaram na luta por uma outra comunicação para Sergipe e o Brasil cerca de 22 entidades da sociedade civil.

No dia 7 próximo quem estará em Sergipe a convite da comissão estadual é o jornalista Paulo Miranda, da TV Comunitária de Brasília e da direção . Ele tem participação ativa na coordenação de mobilização nacional pró-conferência de Comunicação e também da coordenação do II Fórum Nacional de TVs Públicas. A vinda do jornalista é uma colaboração do Sintese – Sindicato dos Professores do Estado de Sergipe.

Paulo Miranda participará de dois eventos promovidos no dia 7 pela comissão estadual. Na parte da tarde coordenará uma reunião ampliada da organização local do processo de conferência. Apesar de um encontro de trabalho, o evento é público e aberto para qualquer pessoa ou representação. Este encontro será realizado a partir das 14 horas no auditório da Fapese, localizado a rua Lagarto.

Na parte da noite do mesmo dia 7, Paulo Miranda vai falar no auditório da reitoria da Universidade Federal de Sergipe sobre a “Importância da Conferência Nacional de Comunicação e o papel dos movimentos sociais”. Também um evento público e completamente aberto à participação de toda sociedade. Na noite o debate será no auditório da Universidade Tiradentes.

”Vivemos um momento especial nessa construção de conferência em Sergipe. A mobilização, informação e organização têm sido feitas pela sociedade civil. Tudo com seriedade, compromisso e transparência. Estamos exercitando a busca pela raiz do processo democrático. O peso de cada um é exatamente o mesmo, seja do representante do sindicato ou da associação, seja do representante do Governo”, disse Cristian Góes, da comissão estadual.

A Comissão Sergipana Pró-Conferência é composta por representações de todas as entidades nacionais, além de muitas outras locais. Ela se reúne todas as quintas-feiras, na sede do Conselho Regional de Psicologia. Existe uma lista viva online de discussão e encaminhamentos e um blog da comissão (www.cpcse.blogspot.com). Ainda para o mês de maio está sendo preparada uma grande audiência pública no plenário da Assembléia Legislativa, com transmissão ao vivo da TV Alese.

Comissão Estadual de Sergipe Pró-Conferência Nacional de Comunicação

 

Criada no final de fevereiro, a Comissão Estadual de Sergipe Pró-Conferência Nacional de Comunicação já foi inserida na coordenação geral da Pró-Conferência Nacional de Comunicação. Sua principal tarefa é mobilizar a sociedade civil organizada para realizar, até setembro de 2009, a 1ª Conferência Estadual de Comunicação em Sergipe, onde serão eleitos os delegados à Conferência Nacional.


Fazem parte da comissão estadual a CUT, o Conselho Regional de Psicologia (CRP), o Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social, o Diretório dos Acadêmicos de Comunicação Social da UFS, a Associação Sergipana de Imprensa (ASI), o Fórum Estadual de Direitos Humanos, os sindicatos dos Jornalistas (SINDIJOR), dos Radialistas, dos Professores (SINTESE), o MNU (Movimento Negro Unificado), entre outras entidades.

 

Mais informações

José Cristian Góes – (79) 8817.7888

George Washington – (79) 9935.0006

Henrique Maynart – (79) 8808.2831