Movimentos sociais farão ato contra Gilmar Mendes em Aracaju

121

Nesta sexta, 14, a partir das 18h30, sindicatos e movimentos sociais participam ato público em frente ao Teatro Tobias Barreto contra o presidente do Supremo Tribunal Federal – STF, Gilmar Mendes. Ele estará em Aracaju para participar do encerramento da VIII Semana Jurídica Nacional promovida pela Universidade Tiradentes.

A ocasião é perfeita para os sindicatos e movimentos sociais, organizados pelo Sindicato dos Jornalistas de Sergipe – Sindijor mostrarem a sua indignação não só com a última decisão do STF, sobre o diploma, onde o ministro Gilmar Mendes disse que exercer o jornalismo é a mesma coisa que cozinhar ou costurar. Mas também contra as suas ações e decisões que só prejudicam os trabalhadores brasileiros, sejam eles do campo ou da cidade. “Nós vamos recepcionar o ministro com um ato público, com direito a apitaço, panelaço e narizes de palhaço, representando o ministro e engrossar o coro ‘fora, Gilmar Mendes’”, disse George Washington, presidente do Sindijor.

Para os sindicatos e movimentos sociais, Gilmar Mendes, como bem disse o ministro Joaquim Barbosa, é uma vergonha para o judiciário, como também para todo o povo brasileiro.