Professores de Santa Luzia e Areia Branca paralisam as atividades

52

Nesta quinta e sexta (13 e 14) é a vez dos educadores de Areia Branca e Santa Luzia interromperem as atividades como forma ad advertência.

Em Areia Branca os professores farão vigília em frente a secretaria de Educação na sexta-feira, enquanto a comissão de negociação do SINTESE se reúne com a equipe do prefeito e esperam que finalmente a administração municipal apresente uma proposta.

Desde março que os professores esperam uma resposta do prefeito Andelino Santos sobre a proposta de implantação da lei do piso e até agora nada. O quadro de professores tem graves problemas e precisa ser reorganizado, mas a administração municipal não apresentou um plano de reestruturação da rede.

Santa Luzia do Itanhi

A paralisação no município começa nesta quinta. Na pauta a implantação da lei do piso na rede municipal. Amanhã os professores fazem caminhada pelas ruas da cidade e na sexta-feira percorrem os povoados informando aos pais de alunos os motivos da paralisação.

A decisão de interromper as aulas surgiu após a proposta que a administração apresentou para a categoria, que incorpora toda a regência de classe e também a titulação e redução dos percentuais de progressão vertical. Com isso os professores ao invés de ter a remuneração valorizada, terão redução de salário. De acordo com a comissão de negociação do SINTESE como a proposta é retroativa a janeiro os professores terão perdas ainda maiores.