Deputados mantêm veto, mas governo garante emenda que reajusta o piso em janeiro

47

Os deputados mantiveram o veto, mas após pressão do sindicato e uma audiência com o secretário da Fazenda, João Andrade, o líder do governo Francisco Gualberto, garantiu que o governo do Estado enviará emenda para garantir o reajuste do piso salarial do magistério da rede estadual no mês de janeiro.

Professores estiveram na Assembleia Legislativa para acompanhar a votação, em plenário, do veto do governador as duas emendas da deputada Ana Lúcia.

As emendas da deputada garantiam no Plano de Carreira do Magistério a data de reajuste do piso salarial que consta na Lei Federal 11.738/2008, que é o mês de janeiro, pois o projeto enviado pelo governo a ALESE não continha tal dispositivo.

Pela argumentação do governo, o veto as emendas de Ana Lúcia se deram porque o dispositivos tinham o chamado vício de iniciativa, ou seja, elas só poderiam ser propostas pelo poder executivo. Para a direção executiva do SINTESE agora é garantir que o governo envie as emendas o mais rápido possível para a ALESE.