Magistério de Pedrinhas envolve escolas na discussão do piso nacional

49

Nesta segunda-feira, 21, os professores da rede municipal de ensino de Pedrinhas, estão realizando uma caravana de conscientização do direito ao piso salarial nacional para profissionais do magistério público da educação básica.

O objetivo é envolver toda a comunidade escolar no debate sobre a importância da valorização dos trabalhadores em educação pública no país a partir da implementação da Lei 11.738/2008. Durante as visitas às escolas, os professores também estão esclarecendo e reforçando a decisão de paralisação das aulas, que acontece amanhã, 22 e quarta-feira, 23.

A decisão pela paralisação aconteceu no dia 14 de setembro durante assembléia da categoria, quando os professores também aprovaram a realização de atos públicos pelas ruas da cidade em defesa da implementação do Piso Nacional salarial do Magistério e em protesto ao descumprimento de direitos trabalhistas por parte da gestão municipal.

Os docentes são contra a proposta da prefeitura em reduzir a regência de 40% para 28% e o triênio de 5% para 2%. Os professores apresentaram uma proposta onde reduziria para 35% a regência de classe e o triênio para 3% que não foi aceita pelo prefeito.

No dia 16, em Aracaju, os professores de Pedrinhas participaram da marcha nacional contra a criminalização do direito de greve e em defesa da aplicação da Lei 11.738/2008 nos municípios, da gestão democrática e reforma das escolas públicas. O ato público, realizado pela CUT, contou com a participação do SINTESE e diversas entidades sindicais de Sergipe.