SINTESE participa de seminário sobre Plano Diretor na segunda-feira

27

Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE MicrosoftInternetExplorer4 /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:”Tabela normal”; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-priority:99; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:””; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:11.0pt; font-family:”Calibri”,”sans-serif”; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-fareast-font-family:”Times New Roman”; mso-fareast-theme-font:minor-fareast; mso-hansi-font-family:Calibri; mso-hansi-theme-font:minor-latin; mso-bidi-font-family:”Times New Roman”; mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica da Rede Oficial do Estado de Sergipe (SINTESE) participa na próxima segunda-feira, dia 05 de outubro, do Seminário O Plano Diretor e a Sua Interferência na Vida do Cidadão, às 8h, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/SE, na Travessa Martinho Garcez, 71 – Centro.

O seminário é uma realização do Fórum em Defesa de Aracaju – Qual modelo de cidade você quer? e da OAB/SE. O Fórum é um movimento popular criado no dia 14 de julho deste ano com o propósito de acompanhar a aprovação do documento responsável por ordenar o crescimento sustentável da capital sergipana. A proposta do fórum é discutir e mobilizar a população sobre a interferência do espaço urbano no exercício da cidadania a partir da aprovação do Plano Diretor. Nos debates promovidos pelo movimento, a principal finalidade é orientar a atuação do poder público e da iniciativa privada na ocupação e construção do espaço urbano.

O seminário terá como palestrantes a arquiteta Vera Ferreira e a Doutora em Geografia e professora aposentada da UFS, Vera França. O advogado Henri Clay Andrade, Presidente da OAB/SE, será o mediador dos debates.  

O SINTESE é uma das mais de 15 entidades filiadas ao Fórum em Defesa de Aracaju, além de estudiosos e especialistas associados, também interessados em acompanhar as discussões. A previsão, segundo o Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano e Ambiental (Condurb), é que nos próximos 30 dias, o Plano Diretor volte a Câmara Municipal de Vereadores para apreciação.