Conferencistas aprovam moção de apoio ao governo de Manoel Zelaya

42

Os trabalhadores em Educação participantes da IX Conferência aprovaram moção de apoio ao governo legítimo de Manoel Zelaya em Honduras. O presidente foi retirado do poder de forma agressiva e antidemocrática, através de um golpe de Estado.

Manuel Zelaya foi seqüestrado e mandado para outro país por militares hondurenhos que apóiam o governo golpista de Roberto Miqueletti, o qual é apoiado pela elite hondurenha, que não suporta a possibilidade de um governo que promova distribuição de riquezas entre os mais pobres.

“Os trabalhadores em Educação reafirmam o apoio ao legítimo presidente de Honduras Manuel Zelaya e apoiam, também, a atitude do governo brasileiro em dar todo o apoio a Zelaya. A volta de Zelaya à presidência de Honduras significa o fortalecimento da democracia na América Latina e no mundo”, diz a moção.