Professores de São Cristóvão deliberam por greve

37

A situação dos professores de São Cristóvão ainda não foi resolvida. Em assembleia realizada na última quarta-feira (21) os educadores deliberaram que entram em greve por tempo indeterminado a partir do dia 13 de novembro, se os salários do mês de outubro não forem pagos até o dia 12.

O motivo da greve é o constante atraso no recebimento dos salários e o corte empreendido nos vencimentos do mês de setembro. Os professores não receberam as gratificações previstas no Plano de Carreira e no Estatuto do Magistério.

O prejuízo para o educador foi grande, pois essas gratificações perfazem hoje quase 60% do salário do professor. O secretário de Educação assegurou que o município vai pagar o restante do salário a partir desta quinta (22). Na próxima sexta (24) haverá uma nova assembleia.