Segmentos da Educação participam das etapas intermunicipais da CONAE

39

Professores, gestores, alunos, pais e demais segmentos da Educação participam dias 27 e 28 de duas etapas intermunicipais da Conferência Nacional de Educação – CONAE. As conferências acontecem em Propriá (Região do Baixo São Francisco) e Nossa Senhora da Glória (Alto Sertão) as emendas propostas ao texto referência da CONAE serão debatidas e, ao ser aprovadas, serão levadas para a Conferência Estadual de Educação que acontece de 23 a 25 de novembro e que por sua vez vão ser base para as propostas do estado de Sergipe para a Conferência Nacional de Educação que acontecerá em abril de 2010 em Brasília.

As outras etapas acontecem em: Santo Amaro (Grande Aracaju II – 28 a 30/10); Nossa Senhora das Dores (Médio Sertão – 29 e 30/10); Aracaju (Grande Aracaju I – 03 a 05/11); Boquim (Sul – 04 e 05/11); Lagarto (Centro-Sul – 05 e 06/11) e Itabaiana (18 a 20/11). A primeira conferência intermunicipal foi realizada em Japaratuba nos dias 22 e 23 e abrangeu os municípios da região Leste.

Para o SINTESE a participação dos professores e dos demais segmentos da sociedade civil nas conferências é muito importante para eles mostrem qual a sua concepção de educação pública e como as políticas para que ela seja de qualidade social devem ser encaminhadas. “A CONAE é um passo fundamental, para a construção de um novo Plano Nacional de Educação, de novas bases e novas estruturas para a educação pública em nosso país”, disse Roberto Silva dos Santos.

CONAE

A Conae tem como objetivo ser um fórum nacional para construção de novos parâmetros pra a política nacional de Educação. O tema central é “Construindo o Sistema Nacional Articulado de Educação: O Plano Nacional de Educação, suas Diretrizes e Estratégias de Ação”. Ou seja, é da Conae que vai sair a nova política nacional na Educação no Brasil nos próximos anos. A base do debate é o documento referência que foi distribuído para os professores que foram eleitos delegados, para as conferências intermunicipais, em assembleias feitas pelo SINTESE.

Seis eixos norteiam o debate do tema central:

  1. Papel do Estado na Garantia do Direito à Educação de Qualidade: Organização e Regulação da Educação Nacional;
  2. Qualidade da Educação, Gestão Democrática e Avaliação;
  3. Democratização do Acesso, Permanência e Sucesso escolar;
  4. Formação e Valorização dos Trabalhadores em Educação;
  5. Financiamento da Educação e Controle Social;
  6. Justiça Social, Educação e Trabalho: Inclusão, Diversidade e Igualdade.