Professores de Carira e Ribeirópolis paralisam as atividades

28

A falta de conclusão nas negociações fez com que os professores de dois municípios decidissem pela interrupção das atividades.

Em Carira os educadores da rede municipal fazem paralisação de advertência dias 01 e 02 de dezembro. De acordo com a comissão de negociação do SINTESE no município, a administração municipal se recusa a abrir espaço de diálogo para que haja um processo de negociação coletiva pela Implantação do PSPN – Piso Salarial Profissional Nacional.

Já em Ribeirópolis a negociação tinha começado, mas foi interrompida pela administração. Por isso os professores paralisam dia 01. Eles esperam que haja sensibilidade da prefeita Uíta para reabrir o canal de negociação. “Estamos praticamente no final do ano e o município ainda não cumpre a lei do piso que está em vigor desde janeiro”, disse Paulo Sérgio, membro da comissão de negociação no município.