Educacenso 2009: quatro em dez crianças ainda estão fora do ensino fundamental de nove anos

31
Quatro em dez alunos ainda estão fora do ensino fundamental de nove anos. O prazo final para as redes de ensino se adequarem à obrigatoriedade acaba em 2010. A estatística é do Educacenso, levantamento de dados da educação básica feito anualmente pelo MEC (Ministério da Educação). Os dados integrais da pesquisa devem ser divulgados ainda esta semana pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).


Segundo o levantamento, há dez unidades da federação que registram mais de 60% dos alunos matriculados ainda no ensino fundamental de oito anos. São elas: São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Espírito Santo, Roraima, Pará, Amapá, Pernambuco, Bahia e Distrito Federal.

Os Estados que estão mais avançados na implantação da obrigatoriedade, instituída em 2005, são: Rondônia, Acre, Amazonas e Tocantins, na região Norte; Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Alagoas, no Nordeste; Minas Gerais e Rio de Janeiro na região Sudeste; e Mato Grosso do Sul e Goiás no Centro-Oeste.

As matrículas do ensino fundamental de nove anos aumentaram 12,5%, em relação ao ano anterior.

Em 2008, quase metade dos estudantes estavam fora do fundamental de nove anos.

Queda de matrícula

Em relação a 2008, o número de matrículas na educação básica teve queda de 1,2%. A porcentagem significa 652.416 alunos.

Houve diminuição de 21% da matrícula na educação especial. Segundo o Inep, a queda “pode ser atribuída a um ajuste nas informações” em que foram excluídos alunos sem escolarização, ou seja, que só recebem atendimento especializado.

Ao se observar apenas a quantidade de matrículas de alunos com necessidades especiais incluídos em salas comuns, há 12.256 novas inscrições, um aumento de 3%.

Dos 639.718 alunos da educação especial, 61% (387.031 estudantes) estuda em classes comuns do ensino regular e da educação de jovens e adultos. O restante ainda se encontra em estabelecimentos exclusivamente especializados. Eles formam um grupo de 252.687 estudantes, distribuídos em 5.590 estabelecimentos.

Do Uol

Karina Yamamoto
Em Brasília